Clima de paz na última sessão da Câmara de Maricá de 2016; Veja o Vídeo


screenshot_5

A última sessão da Câmara Municipal de 2016, realizada nesta quarta-feira, 14, durou cerca de uma hora e contou com a presença de nove parlamentares.

Em ofícios enviados a Câmara, a Prefeitura de Maricá comunicou que o Projeto Lei que dispõe sobre a fixação dos subsídios do Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários Municipais, procurador geral e controlador geral do município de Maricá para o quadriênio 2017 a 2020 foi sancionado gerando a Lei º 2.708. A Prefeitura informou também que o Projeto de Lei que dispõe sobre a fixação dos subsídios dos vereadores para o mandato quadrienal do município de Maricá para o quadriênio 2017 a 2020 foi sancionado gerando a Lei nº 2.709.

Na ordem o dia, os vereadores aprovaram nove Projetos de Lei, entre eles, três em segundo turno do Vereador Dr. Felipe Auni (PSD). Foram aprovados que a música gospel seja um patrimônio imaterial do município de Maricá, além de que sejam criados o Dia Municipal do Pastor e o Dia Municipal do Missionário.  Os projetos seguem para a sanção ou veto do Prefeito Municipal.

Os Vereadores Felipe Auni, Robson Dutra (PTN), Hélter Ferreira (PT), Felipe Bittencourt (PMDB), Adelso Pereira (SD) e Chiquinho (PP) subiram na tribuna. Em tom de despedida, Adelso disse que não concorrerá a vereador nas próximas eleições. Após quatro mandatos, sendo o primeiro deles em 1992, o político anunciou a sua aposentadoria da Casa de Leis.

Após a sessão ordinária, foi realizada uma sessão extraordinária onde foi votado em segundo turno o Projeto de Lei que estima a receita e fixa a despesa do município de Maricá para o exercício financeira de 2017. A receita estimada para 2017 em Maricá é de R$ 982.784.420,51. O valor é 4,95% maior do que o previsto para este ano, que foi de R$ 934,088 milhões.

Entre os principais investimentos estão: R$ 7.000.000,00 para o transporte universitário, R$ 18.000.000,00 para a economia solidária (bolsa mumbuca), R$ 22.876.626,68 para construção, ampliação e reforma de unidades escolares, R$ 18.469.399,14 para ampliação e manutenção de pontos de iluminação, R$ 76.000.000,00 para pavimentação e drenagem, R$ 18.500.000,00 para construção de recifes artificiais, além de cerca de R$ 140.000.000 para a área da saúde, entre eles, ampliação dos recursos próprios, construção do novo hospital, UPA e aquisição de equipamentos.

Os Vereadores Aldair de Linda (PT) e Bubute (PV) não compareceram na última sessão do ano.

Confira abaixo a íntegra da Sessão da Câmara de Vereadores no vídeo abaixo

error: Conteúdo protegido!