Prefeitura inicia ordenamento urbano no Centro de Maricá


Vinte agentes da Guarda Municipal divididos em dez equipes estão nas ruas realizando um patrulhamento cujo propósito é inibir infrações que vão desde o trânsito ao comércio informal nas calçadas. A meta é implantar a presença ostensiva nas áreas de concentração populacional e se aproximar de moradores e visitantes.

“Queremos mostrar que o poder público está próximo ao cidadão e sempre disposto a servi­-lo”, afirma o secretário Celso de Almeida Netto. Antes do início da operação, ele reuniu a equipe para apresentar a atividade e reforçou que a ideia é cuidar das pessoas. “Se um motorista estaciona de maneira incorreta ou em local proibido, nós vamos pedir a ele que nos ajude corrigindo o problema e mostrando que queremos também o seu bem estar”, disse. “Assim poderemos prevenir delitos em vez de reprimi­-los e prender pessoas, o que não é nossa função”, continuou o secretário, que justifica a presença maior no Centro por ser a área onde são registrados os principais conflitos de mobilidade na cidade.

Celso Almeida Netto, no entanto, adiantou que o órgão vai instalar dez contêineres de 6m x 3m (semelhantes aos que vendem souvenires no terminal rodoviário e na Praça Orlando de Barros Pimentel) nos locais de maior movimento, que funcionarão 24 horas. Outra providência prevista para os próximos meses será o uso de bicicletas elétricas para áreas como o calçadão de Araçatiba, onde também haverá patrulhamento a pé. Anda segundo o secretário, a central de videomonitoramento que fica no prédio da Secretaria de Segurança Pública e Trânsito também vai ajudar na fiscalização.

Uma segunda equipe, desta vez de funcionárias da secretaria, cuidará ainda de uma pesquisa de campo para identificar as principais deficiências do trânsito na região. As seis pesquisadoras também começaram a circular pelas ruas nesta terça-­feira como parte da ação, cujo objetivo é promover a educação para trânsito. Já no primeiro dia, elas identificaram problemas como as constantes retenções no cruzamento das ruas Ribeiro de Almeida e Domício da Gama e conversaram com pedestres para tirar dúvidas e dar orientações. “Acho bom que tenha esse levantamento, porque muita gente não respeita as leis de trânsito e nós temos de estar atentos o tempo todo”, avaliou Gisele Pereira Dias, de 35 anos, que é auxiliar de secretaria escolar e mora no Centro.

Provas práticas de direção terão patrulha da GM
Outra medida adotada foi disponibilizar um dos agentes para patrulhar o estacionamento público da Barra de Maricá nos dias de prova prática de direção veicular do Detran-­RJ, para os candidatos a tirar a Carteira Nacional de Habilitação. Nesses dias, o integrante da GM estará de prontidão no local para orientar os motoristas e impedir que prejudiquem o andamento das provas.

error: Conteúdo protegido!