Ver. Fillipe Poubel desmente boato espalhado por Maricá; Veja a íntegra da sessão


Na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, 10, o vereador Fillipe Poubel (DEM) repudiou com veemência a reportagem publicada por um blog da cidade que o colocou como genro de um dono de peixaria do Centro de Maricá. O fato teria ocorrido durante o fim de semana e o parlamentar verificou o desrespeito aos comerciantes.

Poubel partiu para cima do responsável do Jornal e classificou o episódio como mentiroso.

“- Meu total repúdio a imprensa suja que o cidadão Robson Giorno vêm fazendo na nossa cidade, através do ‘Jornal O Maricá’. Em uma reportagem que saiu na sexta-feira sobre minha pessoa colocou como ‘Genro do dono’ da Peixaria Nossa Senhora do Amparo. Uma tremenda mentira. Para quem é da cidade, não caiu aqui de paraquedas, sabe que a Peixaria é do ex-prefeito de Maricá, Hélio de Assis e que está arrendada para a Dona Andreia e o Sr. Luciano. Colocaram na minha conta que eu era o genro do dono daquela peixaria. Me imputar fatos que eu não fiz não vou admitir. Separo a verdadeira imprensa da nossa cidade do ‘Jornal O Maricá’. Esse Jornal vêm tentando denegrir a imagem de diversas personalidades políticas do nosso município”, disse Poubel.

Em entrevista ao LSM, o vereador disse que é favor do ‘Caminhão do Peixe’, projeto da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca de Maricá.

“- Acho o Caminhão do Peixe um projeto muito bom e que atende centenas de famílias, mas discordo de ser implantado em praça pública e próximo a peixarias, temos diversos bairros carentes na cidade que poderiam estar recebendo o caminhão. A instalação do caminhão próximo a peixaria só traz prejuízo ao comércio local, comerciantes reclamaram que pagam impostos, luz, água e funcionários e diante do caminhão do peixe estão tendo prejuízo nas vendas”, disse o parlamentar.

Além da declaração de Poubel, os parlamentares pediram atenção especial da prefeitura com a Operação Tapa Buraco, na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), mesmo sendo uma obrigação do Governo do Estado. Eles alertaram para a chegada do feriado de Páscoa, já que a cidade deverá ficar cheia. Os vereadores Hélter Ferreira (PT) e Ismael Breve (DEM) pediram que a Secretaria de Obras faça as obras emergenciais. Os vereadores apresentaram outras 42 novas indicações solicitando reforma em pontos de ônibus, troca de lâmpadas, saneamento básico, construção de praças, entre outros.

A explosão de um veículo que abastecia em um posto de GNV em São Gonçalo e que vitimou fatalmente uma mulher de 27 anos, também foi discutida. O vereador Chiquinho do Trailer (PP) lembrou que há uma lei de sua autoria, aprovada desde 2015, que obriga condutores a saírem de seus veículos enquanto abastecem gás natural em postos da cidade. Ele salientou a necessidade da população respeitar uma lei tão importante. Chiquinho aproveitou tribuna para solicitar à Secretaria de Conservação a limpeza de diversas localidades como Itaocaia Valley, o posto de saúde de Ubatiba, entre outros pontos.

O vereador Ricardinho Netuno (PEN) subiu à tribuna para informar que conversou com representantes do Corpo de Bombeiros indicando a base da Guarda Municipal no Barroco, em Itaipuaçu, para ser uma nova sede do grupamento. “A conversa foi boa e proveitosa. Vamos avançar com o destacamento dos Bombeiros em Itaipuaçu”, completou.

Moções – Foram votadas e aprovadas duas moções de aplausos dos vereadores Felipe Auni (DEM) e Marcus Bambam (PV). A moção de Auni foi dedicada à advogada, Luciene Mourão Domingos pelo bom serviço prestado. As moções de Marcus Bambam foram dedicadas aos policiais militares lotados na 6ª Unidade de Policiamento Ambiental, pela dedicação à segurança da cidade. O secretário de Turismo, Robson Dutra, também recebeu, após a sessão, um moção de aplauso pela ótima organização do Carnaval em Maricá. Ele subiu à tribuna para lembrar que a cidade recebeu cerca de 500 mil pessoas durante as festividades.

Veja a íntegra da sessão desta segunda-feira no vídeo abaixo

error: Conteúdo protegido!