Vereadores de Maricá entram em recesso e só retornam no dia 2 de Agosto; Assista a sessão

IMG_9625 (800x533)

A população maricaense clama por segurança pública. Os inúmeros assaltos e homicídios deixaram muitos moradores da cidade com grande sensação de medo. Nesta terça-feira (27) foi anunciado mais policiamento e a construção de um Companhia Independente da Polícia Militar para a cidade. Na sessão ordinária na Câmara Municipal, o líder do Governo, Fabrício Bittencourt (PTB) anunciou que Maricá contará com um Centro Integrado de Segurança Pública. Será um apoio integrado entre Polícia Civil, Militar e Guarda Municipal.

O  convênio entre Prefeitura de Maricá e Governo do Estado foi debatido entre os vereadores. Os parlamentares comentaram sobre a aprovação da Companhia que será instalada em Maricá e demonstraram satisfação em saber que a cidade contará com mais policiamento.  Os vereadores Rony Peterson (PR), Felipe Paiva (PC do B), Ricardinho Netuno (PEN) e Frank Costa (SD) comentaram sobre os avanços na segurança de Maricá.

“Convênio já está pronto, aproximadamente 40 PMs por dia no regime do Proeis, pagos pela prefeitura, viaturas da prefeitura, diferenciadas das que temos hoje. A construção da Companhia Independente já foi autorizada pelo Comando Geral da PM e a prefeitura vai dispor dos recursos e vai ajudar no custeio até do pagamento dos policiais”, disse o líder do Governo, Fabrício Bittencourt.

Ele salientou ainda que os policiais chegarão até o meado de julho e terminou afirmando que chegarão novas viaturas para o serviço. Os veículos serão caracterizados pelo convênio.

Os vereadores Ricardinho Netuno e Filippe Poubel (DEM) apontaram para a necessidade de ampliar o Proeis para a polícia civil. Em resposta, o líder do Governo afirmou que o prefeito já está incluindo esses policiais no projeto.

“Aumentando o efetivo consequentemente aumentam-se as ocorrências. Tem dois policiais de plantão na delegacia. Pedimos sensibilidade para dobrar efetivo”, disse Poubel.

Ricardinho Netuno pediu mais segurança na praça do Centoro. Ele explicou que à noite pessoas mal intencionadas frequentam a praça aproveitando a ausência da guarda para cometerem atos ilícitos.

“Vemos guardas ali. Mas venho pedir que Secretaria de Segurança possa estender o horário até mais tarde”, pediu.

Alguns vereadores mencionaram as grandes conquistas dos seis primeiros meses de 2017. O parlamentar Ricardinho Netuno foi um deles e aproveitou para lembrar algumas conquistas dos primeiros seis meses de mandato.

“Dentro desse seis meses vejo uma grande conquista para os moradores, principalmente de Inoã e Itaipuaçu. Outras conquistas estão acontecendo, mas vou destacar a do Destacamento do Corpo de Bombeiros em Itaipuaçu. Esse posto vai conseguir atender de forma digna e humanizada uma população que vinha sofrendo com o tempo de resposta”.

Felipe Paiva também mencionou as conquistas. “Tivemos algumas conquistas importantes, como a reabertura da cabine da 83, do posto dos bombeiros. Em janeiro pedi plano de ordenamento no trânsito e vimos resultados. Temos no 4º distrito muitas rotatórias e sinalização”.

Em sua oportunidade à tribuna, o vereador Frank Costa, levou à público reclamações de passageiros de vans da cidade. Ele disse que a população carece de mais horários em transporte alternativo.

“Fui procurado por moradores de alguns bairros como Ponta Negra e Cordeirinho e fui ao local onde as vans param. Muita reclamação em relação ao final de semana. No final de semana interrompe trabalho cedo demais deixando moradores sem condução. Queria pedir ao secretario pra ver essas vans, para que pudesse colocar os horários para que as pessoas saibam”, disse. 

Educação – O vereador Marcinho da Construção comentou sobre uma indicação que cria em Maricá um conservatório de música.

“Fiz como indicação porque demanda investimento do Executivo. Tive oportunidade de estudar música e sei como isso foi importante na minha vida. Nossa cidade é muito promissora e o conservatório também faz parte desse crescimento. O PL vai muito mais pelo ensino nas escolas e bairros, mas o conservatório serão pessoas que vão se elevar para um nível mais alto”.

Ricardinho Netuno parabenizou a iniciativa.

“Nossa cidade precisa de mais cultura. Venho mencionar os eventos que acontecem na cidade. O que escuto muito da população é que governo tenha uma atenção especial para as regiões mais afastadas do Centro. A população de Itaipuaçu pede eventos lá”, opinou.

O vereador Rony Peterson elogiou a educação da cidade. Ele comentou que visitou a creche Ondina de Oliveira, no Centro, onde estudam quase 400 crianças entre 2 e 5 anos de idade. Ele ficou feliz ao ver crianças uniformizadas e bem alimentadas.

“Quero dizer da minha alegria como cidadão em ver como a educação está crescendo. Uma merenda de uma qualidade incrível, cinco refeições diárias, kit escolar, uniforme, agasalho e tênis. Graças a Deus nossa cidade vem avançando em educação”.

Saúde – O vereador Ismael Breve levou à tribuna importantes esclarecimentos com relação à saúde da cidade. Ele explicou que esteve em conversa com a secretária de Saúde, Simone Costa, e que ela respondeu reclamações da população.

“Questão da fila, ela me falou que realmente existe fila, por série de problemas nos postos porque as vezes têm dois pediatras e como tem poucas marcações, eles atendem três ou quatro crianças e infelizmente o pediatra vai embora. Para evitar filas, prefeito criou decreto 57/27 que cria centro de regulação e consultas”.

Ele falou ainda sobre a vacinação. Ele explicou que estudantes das redes municipais estaduais e particulares estão sendo vacinados, com medicamentos para doenças como meningite, HPV entre outras. Sobre a falta de remédios nos postos, Breve explicou que alguns deles realmente não estão à disposição através do SUS.

“Ela está seguindo um protocolo passado pelo Governo Federal e Estadual e dependemos da vacina chegar no município”, disse o presidente da Comissão de Saúde, vereador Felipe Auni.

Moções – Na sessão desta quarta-feira foram dadas diversas moções. O vereador Felipe Auni entregou moção aos jornalistas, Romário Barros, Robson Giorno e Simone Giorno. O vereador Ismael Breve concedeu moção aos policiais militares o 2º sargento da PM, Aloisio Batista de Oliveira; ao 2º sargento Cleidiney do Nascimento;  a Carlos Alberto Ferreira e ao policial militar reformado, Carlos Rubira.  O vereador Fabrício Bittencourt, concedeu moção ao professor e coordenador do Pré-Enem, Willian Campos.

Ofícios, convites e mensagens – Foram lidos em sessão nove ofícios da Prefeitura de Maricá em resposta às indicações dos vereadores. Foi apresentada também mensagem da prefeitura informando projeto de lei de autoria do Executivo que institui o sistema e estacionamento rotativo remunerado nas vias e logradouros públicos. A Secretaria de Agricultura e Pesca convida a população para participar do Mais Perto de Você, a se realizar no dia 1º de julho de 2017, às 9h, na Praça do Barroco, em Itaipuaçu.

Projetos de Lei – Foram apresentados seis projetos de lei que deverão ser votados nas próximas sessões. Além de alteração de nomeação de rua, os projetos dispõem da criação de Salão Municipal de Exposições de Animais Domésticos e Fomento de Cadeia Produtiva do Setor Pet, da Criação do Dia Municipal do Católico e Criação do Programa de Prognóstico e Diagósticos de Autismo na Rede Municipal e Ensino.

Ordem do Dia – Em virtude de ser última sessão do primeiro semestre antes do recesso, alguns projetos e pareceres foram votados em primeiro e segundo turno numa mesma sessão.  Foi votado PL do vereador Marcinho da Construção que estabelece o ensino de música em Maricá como prioridade na educação. O PL foi votado e aprovado em primeiro e segundo turno, faltando apenas sanção do prefeito.

Foi votado em turno único parecer da Comissão de Justiça e Redação Final ao Projeto de Lei nº 053/17 do Poder Executivo, com emenda modificativa que altera o § 5º, do Artigo 1º que dispõe sobre o pagamento do Jeton (que funciona como gratificação) aos membros de Comissão de Licitação, Comissões Especiais e Grupos Especiais de Trabalho ou a Servidores que ministrem treinamentos de transferência de conhecimento. O parecer foi votado com 10 votos favoráveis, uma abstenção e dois votos contra. O parecer foi incluído na ordem do dia, transformando-se em projeto de lei, votado e aprovado em primeiro e segundo turno. Foi aprovado com 10 votos favoráveis e três contra.

Foram votadas e aprovadas  moções do vereador Felipe Paiva, à Marijane Bueno de Sá, a Ronaldo Santos, Zely Azeredo, Antônio Carlos Machado, Salomão Viana, Eunice Maia, Carla Fernanda, ao doutor Rodrigo Briggs. O vereador Ricardinho Netuno também sugeriu moção ao professor Rubinho do Grupo Capoeira Brasil.

A próxima sessão da Câmara de Vereadores acontece somente no dia 2 de Agosto, após o recesso parlamentar.

Veja a sessão na íntegra nos vídeos abaixo

error: Conteúdo protegido!