Ambiental resgata dois balões em Itaipuaçu


LSM – Policiais Militares da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) apreenderam dois balões um de aproximadamente 4 metros e outro de 6 metros de comprimento, neste na manhã deste domingo, 11, no bairro de Itaipuaçu.

De acordo com informações, Policiais Ambientais da 6ª UPAm (Serra da Tiririca) realizavam patrulhamento de rotina pela Rua 164, no Jardim Atlântico quando avistaram um balão de aproximadamente 4 metros caindo e conseguiram pegá-lo.

Já no segundo caso, mais um balão foi apreendido sendo dessa vez na Praia de Itaipuaçu. Os Policiais Ambientais realizavam patrulhamento pela região, quando avistaram o balão caindo na Orla e conseguiram pegá-lo.

Os balões foram apreendidos e levado para a Delegacia de Maricá (82ª DP), onde a ocorrência foi registrada. Em ambas as ocorrências, ninguém foi preso.

LINHA VERDE

Crime- A prática de soltura de balões é crime previsto em lei ambiental (9.605/98 ), no artigo 42 que prevê que fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento urbano é crime e pode gerar uma pena de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

O Linha Verde solicita a população que continue denunciando ilícitos ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253 1177 (capital), através de seu aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”, onde usuários com sistema operacional Android ou IOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, também com a garantia do anonimato ou então pela fanpage do Linha Verde no facebook (facebook.com/linhaverdedd).

Vale reforçar que o artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98) estabelece pena de 1 a 3 anos de detenção ou multa para quem for pego confeccionando, comercializando ou soltando balões, ou ainda ambas as penas cumulativamente.

error: Conteúdo protegido!