Atleta maricaense de MMA perde luta de estreia na LFA 109, nos Estados Unidos


Foto: Reprodução/Canal Combate

LSM- O atleta maricaense de MMA, Robson Jr. foi derrotado pelo americano Edwin Cooper Jr na noite desta sexta-feira, 4, durante o combate na LFA 109, na Califórnia, nos EUA.

Esta foi estreia do jovem brasileiro no MMA Internacional. Ele era o único representante do brasil no Card e seguia de uma invencibilidade de três lutas como profissional.

O maricaense, Robson Junior, foi revelado pelo evento Favela Kombat, em 2019. Como profissional, sempre teve suas lutas finalizadas antes do segundo minutos do primeiro round. Em sua estreia no octógono, o atleta venceu Jonathan Faria aos 1’12 durante o Favela Kombat 33. No evento seguinte, no Arena Global 3, nocauteou Matheus Ludolf aos 1m28s de disputa. Sua terceira luta, registrou outro noucate, em apenas 15 segundo, à Leandro Vieira, no EFC Maricá 6.

Ele foi treinado pelos professores, Jair Court – da academia de jiu-jitsu GFteam Maricá e Leonardo – O mestre de Muay Thai, e treinador de MMA – que acompanharam o seu crescimento e desenvolvimento do jovem atleta no esporte.

Em entrevista ao LSM, os dois treinados fizeram grandes elogios ao lutador. “O Robson está no melhor momento inicial da carreira dele, ele vem alcançando as coisas justamente pela dedicação e esforço do trabalho dele. Super dedicado. Ele está muito bem psicologicamente, fisicamente e tecnicamente”. Elogiou Jair Court.

“Ele está bem demais, tanto para trocar em cima, quanto ir para baixo, ou seja, o grande diferencial do Robson, hoje, é que ele não é unidimensional, se for pro chão é alto nível, ser para cima é alto nível, se for para grave é alto nível. É por isso que as pessoas veem ele como um grande talento e uma grande promessa.” Disse Leonardo, orgulhoso do aluno.

A luta do brasileiro contra o americano foi transmitida pelo canal Combate. E grande foram as expectativas e torcida em favor do maricaenses. Apesar de preparado para o combate e confiante na vitória, a luta contra o americano foi difícil e Edwin Cooper Jr. acabou saindo na melhor.

O LSM parabeniza o atleta maricaense por ter conquistado a participação no evento americano. As derrotas são como obstáculos no caminho, que em primeiro momento no impedem de passar, mas em um outro instante no ensina a pular mais alto.

error: Conteúdo protegido!