Câmara de luto: Vereadores lamentam morte de Ismael Breve


A Câmara Municipal de Maricá viveu a sessão ordinária mais triste do ano, nesta quarta-feira, 28. Os vereadores destacaram na tribuna o quanto a perda de Ismael Breve é irreparável para a Casa de Leis.

Ricardinho Netuno (PATRI) destacou o carinho que Ismael Breve tratava a todos que o rodeava.

” Queria deixar minha homenagem ao nosso grande companheiro Ismael Breve, que sempre que me encontrava nessa casa ou em qualquer lugar me abraçava, me beijava e me perguntava como estava meus filhos, mandava um beijo para as crianças e esse era o tratamento dele com todos nós e tenho certeza que vai deixar muita saudade” afirmou Ricardinho.

O Presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT) afirmou que o coração dele estava partido em não ver mais Ismael Breve ali na Casa de Leis e chegou a se emocionar ao lembrar dos anos trabalhando junto com o parlamentar.

O Vereador Marcinho da Construção subiu a tribuna já emocionado, afirmou que Ismael Breve era um homem que distribuía amor e o seu intuito sempre era dar o melhor para as pessoas. O parlamentar não conteve a emoção ao falar sobre a relação com Ismael Breve.

“Eu não podia deixar de prestar essa homenagem a essa cara, que era um amigo e queria propôr para que pudéssemos escolher um lugar para homenagear o Ismael” destacou Marcinho.

O Vereador também clamou por mais amor e menos ódio nas redes sociais e um bom convívio entre os vereadores.

Alguns vereadores sugeriram nomear algum monumento público em homenagem a Ismael Breve. O Vereador e vice-presidente da Câmara, Dr Felipe Auni sugeriu dar o nome de Ismael Breve ao novo plenário, após as mudanças das instalações da Casa de Leis.

A sessão foi conduzida com muita tristeza e em meio a lágrimas, uma homenagem póstuma de um minuto de silêncio foi feira pelos parlamentares.

Ismael Breve, conhecido como ‘ o Vereador do povo’ foi assassinado na semana passada, junto de seu filho, na sua própria casa no bairro de Zacarias.

error: Conteúdo protegido!