Confusão em Escola Estadual de Inoã termina na Delegacia de Maricá


Por Romário Barros- Uma confusão envolvendo funcionários do Colégio Estadual Caio Francisco Figueiredo e representantes de um movimento estudantil foi registrada na manhã desta segunda-feira, 13, na Delegacia de Maricá.

A confusão aconteceu por volta de 8h30 da manhã. De acordo com informações, dois representantes do movimento estavam reunidos com alguns alunos no pátio apoiando o processo eleitoral para a eleição do presidente do Grêmio Estudantil quando foram advertidos pela administração da escola por conta do barulho que atrapalhava os professores nas salas de aula.

Os representantes do movimento, segundo informações, estavam fazendo palestra no local para fomentar a constituição do Grêmio Estudantil e tinham a autorização da Secretaria Estadual de Educação para estar dentro da escola.

Durante a discussão, a Polícia Militar foi acionada pela diretoria da escola. Um outro representante do movimento esteve no local para tentar amenizar a confusão, porém a administração do colégio optou em realizar o registro de perturbação ao sossego na Delegacia.

Durante a abordagem da PM, um Policial Militar pediu a documentação de um dos representante do movimento, para ele entrar como testemunha, porém, o homem desacatou o agente e tentou fugir do local. Ele ainda estimulou os alunos a irem contra os policiais.

O homem foi contido, recebeu voz de prisão e levado para a Delegacia de Maricá (82ª DP). Na Unidade Policial, o homem foi autuado. Após depoimento, ele assinou um termo circunstanciado e responderá o inquérito em liberdade.

error: Conteúdo protegido!