Deputado Estadual agride policial após ser abordado em blitz na Estrada Maricá-Saquarema


LSM- O deputado estadual Gustavo Schmidt (PSL) foi acusado de agredir um Policial Militar Rodoviário na noite desta sexta-feira, 23, no km 44 da RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) na Serra do Mato Grosso, divisa de Maricá com Saquarema.

O caso aconteceu após uma blitz do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) em frente ao Posto 3. De acordo com a Polícia, a equipe da PM estava realizando uma operação no local quando teve a atenção voltada para o veículo.

Os Militares deram ordem de parada e ao fazer a abordagem, o motorista se apresentou como Gustavo Schmidt, e reclamou com os PMs, afirmando que não era para abordá-lo porque o mesmo era um deputado.

Os policias informaram que a conduta é feita com qualquer motorista, efetivada independentemente da condição individual do parlamentar. Após a revista, por não encontrar nenhuma infração, o veículo do deputado foi liberado. E o homem seguiu viagem com a família.

Horas depois, já de madrugada, por volta de 1h30 da manhã, o parlamentar retornou sozinho ao Posto do BPRv e descontrolado, afirmando que a equipe da PM devia a ele um pedido de desculpas. Em seguida, agrediu um policial com um soco no rosto.

O policial agredido sofreu uma luxação no queixo, de acordo com o laudo do exame pericial, mas passa bem. Ele esteve na Delegacia de Maricá (82ª DP), para registrar o caso e um inquérito aberto.

DE NOVO…

Não é a primeira vez que o parlamentar agride um PM. Em março de 2020, Gustavo agrediu um policial em serviço, durante uma discussão em festa, na Região Oceânica de Niterói.

Na ocasião, o deputado estava em uma festa – mesmo em pandemia – em uma casa em Camboinhas. Por conta do som alto, em plena madrugada, vizinhos chamaram a Polícia Militar, que foi deslocada para o local.

Ao chegarem no endereço, os Militares foram recebidos pelo deputado, que não aceitou a ordem de parar a festa e iniciou uma discussão. Durante a confusão, Gustavo agrediu um policial e foi detido.

O caso foi registrado na Delegacia de Itaipu (81ª DP). Segue na justiça. Em sua defesa, o parlamentar alega abuso de autoridade por conta dos policiais.

error: Conteúdo protegido!