DER vai desativar 16 radares em áreas de risco de rodovias Equipamentos ficam na RJ 104 e na RJ 106.


As prefeituras cujos municípios têm rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), entre elas Rio e Niterói, além do próprio departamento, terão 15 dias para explicar os critérios que definiram os locais onde radares e lombadas eletrônicas foram ou serão instalados.

Na notificação, enviada na última sexta-feira, o presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Dionísio Lins (PP), solicitou a retirada dos equipamentos localizados em áreas consideradas de risco, cumprindo uma exigência da Lei estadual 7.580/17.

De acordo com o DER, após um encontro, no início deste mês, entre o presidente do órgão, Uruan Cintra de Andrade; e o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), coronel Sérgio Porto, o departamento recebeu uma primeira lista com algumas das principais áreas de risco próximas às rodovias do estado.

Com a lista em mãos, o DER afirma que vai desativar, já nos próximos dias, 16 equipamentos de fiscalização eletrônica localizados na RJ 104 e na 106. Outros radares poderão ser desligados assim que o departamento obtiver informações do BPRv sobre outras áreas de risco.

error: Conteúdo protegido!