Dragagem da Prefeitura evita transbordamento de rios e canais em Maricá


A chuva que castiga a Região Metropolitana do Rio desde a noite da última quarta-feira, 7, causa o transbordamento de rios em diversos municípios, menos em Maricá. Choveu bastante durante a madrugada em todo o município, mas não ocorreram estragos por conta da limpeza preventiva de rios, córregos e canais realizados pela Prefeitura de Maricá nos últimos meses.

A Secretaria de Obras, comandada pelo Secretário Geral de Governo e Obras, Renato Machado, trabalha continuamente na limpeza do Rio Ludegero e do Rio Mumbuca, ambos na Região Central de Maricá, do Rio Taquaral, Rio Bambu e do Canal da Fazenda, no entorno do condomínio ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Itaipuaçu. Também está sendo feita a limpeza da Lagoa Brava, no Loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. A limpeza do Canal da Rua Mariana, próximo a Rua 1, já foi concluída. 

De acordo com o Secretário, a dragagem evita o alagamento dos bairros. “- Sempre que chovia, os moradores ficavam apreensivos, mas agora já podem ficar um pouco aliviados. A limpeza da Lagoa Brava, por exemplo, diminuiu o nível do Rio Bambu em tempo seco em aproximadamente um metro, onde os córregos do MCMV, que são afluentes desse rio, vão conseguir um aumento da vazão de escoamento, evitando assim o alagamento do conjunto habitacional”, falou o Secretário.

CHUVA
O Rio de Janeiro registrou chuva forte ao longo de toda a madrugada desta quinta-feira (8). Em 24 horas, choveu o previsto para todo o mês de novembro na capital fluminense, de acordo com o Climatempo.

O local do Estado do Rio de Janeiro que registrou o maior volume de chuva ao longo da noite e da madrugada foi a cidade de Macaé, com 160,8 mm. Houve queda de ponte e alagamentos. A Prefeitura de Macaé decretou estado de calamidade.

 

error: Conteúdo protegido!