Frank Costa perde o mandato de vereador em Maricá


Por Romário Barros- O Vereador Frank Costa (SDD) perdeu o mandato de Vereador na Câmara Municipal de Maricá. Quem assume é o suplente Adelso Pereira (SDD), que estava à frente da Secretaria de Conservação de Maricá.

O Vice-Presidente da Câmara de Vereadores de Maricá, Frank Costa (SDD) teve o seu diploma cassado pela Justiça Eleitoral. De acordo com a sentença da Justiça Eleitoral, o parlamentar praticou abuso de poder político pela utilização de estrutura administrativa da Secretária Adjunta de Atividades Recreativas durante a campanha em 2016. 

Segundo a Justiça eleitoral, o vereador foi enquadrado por abuso de poder político na divulgação das realizações da secretaria de atividades recreativas durante a gestão de candidato ao cargo de vereador, com a finalidade de promoção pessoal, utilizando-se, ainda, da estrutura administrativa e de dinheiro público.

Segundo o artigo 22 da Lei Complementar 64/90, a Justiça Eleitoral declarou a inelegibilidade Vereador com a consequente perda do mandado eleitoral e cassação do diploma, cominando-lhe a sanção de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos 08 (oito) anos subsequentes à eleição em que se verificou, com a consequente cassação de diploma.

O LSM conversou na semana passada com Frank Costa sobre o caso e ele contou que foi o idealizador do projeto Viver Bem em 2013, mas o mesmo sempre foi administrado pela Prefeitura de Maricá, atualmente sob o comando da Coordenadoria de Bem-Estar e Qualidade de Vida, da Secretaria de Saúde.

“- Essa denúncia é infundada. Venho sofrendo ataques desse grupo político desde o primeiro mandato. Venho trabalhando em prol do meu município e isso incomoda aqueles que não tem compromisso com a população. Meu mandato continua até 2020 e meu modo de trabalho continuará o mesmo, trabalhando sempre para toda a cidade, em especial aos moradores do bairro de São José do Imbassaí, onde resido. Hoje consigo enxergar com maior clareza quem está realmente ao meu lado”, enfatizou o parlamentar dizendo que irá recorrer da decisão da Justiça Eleitoral. 

A composição da nova mesa diretora fica sendo: Aldair de Linda (Presidente), Dr. Felipe Auni (Vice-Presidente), Marcos Bambam (primeiro secretário) e Felipe Paiva (segundo secretário).

Em 2016, Adelso Pereira obteve 1468 votos para vereador, ficando como primeiro suplente da coligação. 

error: Conteúdo protegido!