Internauta denuncia despejo de lixo na Restinga de Maricá


Enquanto a Prefeitura de Maricá vem se esforçando para adequar o município às novas Legislações Ambientais, uma parte da comunidade maricaense infelizmente anda na contramão.

Um exemplo claro disso, é um vídeo enviado nesta quarta-feira, 23, pelo internauta Ruan, que é pescador e morador de São José do Imbassaí, onde ele mostra um grande despejo de lixo na Restinga de Maricá. Ruan enviou o vídeo ao LSM denunciando a ação e pede as autoridades melhorias na fiscalização no local.

De acordo com o internauta, o despejo do lixo aconteceu no caminho para a praia da Aeronáutica. Ruan acredita que um caminhão passou pelo local e basculou no meio da rua os detritos que estava na caçamba do veículo, como garrafas de cerveja, vigas de laje, ferros, sacolas plásticas, entre outros,

No vídeo, Ruan relata tristeza em encontrar o local daquele jeito, com um raio de aproximadamente 50 metros da rua completamente tomada por lixo. Além de desrespeito com o meio ambiente e causar péssimo aspecto a rua, mau cheiro e atrair vetores de doenças, o individuo que joga lixo na rua está cometendo uma contravenção penal, prevista no artigo 54 da Lei 9.605/98 que aplica pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa.

Tempo de decomposição dos resíduos:
Papel: 3 a 6 meses
Jornal: 6 meses
Palito de madeira: 6 meses
Ponta de cigarro: 20 meses
Nylon: mais de 30 anos
Chicletes: 5 anos
Pedaços de pano: 6 meses a 1 ano
Fralda descartável biodegradável: 1 ano
Fralda descartável comum: 450 anos
Copos de plástico: 50 anos
Lata de aço: 10 anos
Tampas de garrafa: 150 anos
Isopor: 8 anos
Plástico: 100 anos
Garrafa plástica: 400 anos
Pneus: 600 anos
Vidro: 4.000 anos

error: Conteúdo protegido!