Mais um bebê morre em Maricá


Por Romário Barros- Desta vez um bebê de apenas dois meses morreu em razão de broncoaspiração. Caso aconteceu neste domingo, 13, no condomínio ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Itaipuaçu.

Segundo levantamento feito pelo LSM, o bebê se afogou com o leite que havia tomado antes de ser colocada para dormir. Pela manhã, o bebê foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e transferido para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro da Cidade, mas não resistiu. 

“- Tentamos reanimar, fizemos de tudo. Entubamos, colemos material, começaram antibiótico, fizeram de tudo, mas a criança estava com muito leite. Ela não respondeu a nada”, disse ao LSM, a Secretária de Saúde de Maricá, Simone Costa. 

Os pais do bebê são moradores de São Paulo e estavam passando as férias na casa de parentes no ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Inoã. O corpo já foi liberado e transferido para a cidade paulista.

OUTRO CASO
No sábado, 12, um bebê pode ter morrido em razão do mesmo problema (Bebê nascido há 23 dias morre em bairro de Maricá). 

BRONCOASPIRAÇÃO
A broncoaspiração é a aspiração de conteúdo gástrico, que além de causar diversas infecções pulmonares, obstrui as vias aéreas devido à espiração deste material sólido.

Estima-se que 24% das pessoas aspirem suco gástrico durante o sono ou em procedimentos que envolvam anestesia geral. Essa obstrução pode ser total ou parcial, dependendo de onde o corpo estranho está, e isso pode até levar à morte. A Broncoaspiração surge a partir de um traumatismo craniano, crise de convulsão, acidente vascular cerebral, tumor de laringe, faringe ou esôfago, doença do refluxo gastroesofágico, dentre outras condições que causam essa doença.

O diagnóstico da broncoaspiração pode ocorrer involuntariamente e o primeiro sintoma pode ser tosse súbita, falta de ar, rouquidão e dentre outros. Existem algumas coisas que podem salvar as pessoas de morrerem de broncoaspiração. Vale ressaltar que é sempre indicado que se consulte um médico para um melhor diagnóstico.

Em bebês, é correto deitar o bebê sobre seus braços cruzados à frente do corpo, ponha o bebê sobre seus joelhos de barriga para baixo e dê um tapinha nas costas dele. Depois, na mesma posição faça compressões na região do tórax para forçar a respiração. Tente retirar o corpo estranho se ele estiver fácil e remover, mas não coloque a vítima de cabeça para baixo.

error: Conteúdo protegido!