Maricá: Comércios flagrados abertos poderão ser fechados com força policial


LSM- Os estabelecimentos comerciais que desrespeitarem o decreto de fechamento por três dias, imposto pela Prefeitura como forma de prevenção da transmissão do Coronavírus (COVID-19), poderão ser autuados pela Secretaria de Ordem Pública (SEOP).

A medida foi dita pelo Secretário de Ordem Pública e Gabinete Institucional, Ten-Cel. Júlio César Veras, na noite desta sexta-feira, 20. Após anúncio do decreto feito pelo prefeito Fabiano Horta, diversas pessoas enviaram mensagens para o WhatsApp do LSM (99086-3309) relatando que os patrões afirmaram que iriam manter os seus estabelecimentos abertos e quem não fosse teria seu salário descontado, podendo até ser demitido.

Assustados, os funcionários procuraram o LSM perguntando sobre a forma de denunciar.

Em entrevista, o secretário afirmou que uma vez em vigor, o decreto terá que obrigatoriamente ser obedecido. Sendo assim, o estabelecimento que estiver aberto nesses três dias, será autuado pelo SEOP e caso houver insistência, a Polícia Militar poderá ser acionada.

Quem flagrar um comércio ou for obrigado a trabalhar, poderá denunciar através dos telefones  (21) 3731-2067 / 2637-2053 / 2637-2054 / 2637- 2055. A ligação é segura e o anonimato é garantido.

COMÉRCIOS PERMITIDOS (EXCESSÃO)

De acordo com o decreto municipal, os estabelecimentos que tem permissão para se manterem abertos são mercados, padarias, farmácias, postos de combustível e agropecuárias/farmácias veterinárias.

REPORTAGEM RELACIONADA

error: Conteúdo protegido!