Maricá: Vacinação contra a febre aftosa termina dia 30



Foto: Fernando Silva

A campanha de vacinação contra a febre aftosa vai até o próximo dia 30 em Maricá. A principal estratégia para o combate à doença é a vacinação dos rebanhos, que vem acontecendo em todas as propriedades. As equipes da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca já vacinaram 1.700 cabeças de gado desde o início da campanha até esta segunda-feira (22/06).

Segundo o secretário Carolino Santos, devem ser imunizadas aproximadamente 1800 cabeças de gado até o fim da campanha. “As vacinas são distribuídas pela Prefeitura para o pecuarista que tiver até 60 cabeças”, explica, lembrando que é de responsabilidade do proprietário que tem mais de 60 cabeças vacinar os seus animais.

Após a aplicação da vacina os criadores devem preencher uma ficha cadastral que está disponível no Posto Municipal de Defesa Agropecuária (PMDA) localizado na Rua Luiz Fernando dos Santos Caetano s/n, bairro do Caju, onde deve constar: nome do produtor com código, o nome e o endereço da propriedade, o número do CPF do produtor, telefone para contato, a quantidade de cabeças de gado divididos por sexo e idade de cada cabeça, além de um comprovante de imunização.

A doença é altamente contagiosa e se espalha rapidamente através de alimentos contaminados ou do contato com rebanho infectado. Os animais têm febre alta que diminui após dois a três dias. Em seguida, aparecem aftas na boca, laringe, narinas, tetas, entre as unhas, na pele que circunda os cascos e articulações, causando mal estar e dificuldade na mastigação. Eles se isolam dos outros, param de comer e beber e emagrecem rapidamente. Por isso, em caso de contaminação, a propriedade é embargada, a produção fica proibida e os animais são sacrificados.

Semanalmente os técnicos da secretaria percorrem uma localidade do município para imunizar o gado. O agendamento para a vacinação na propriedade deve ser feito pelo telefone (21) 99207-2388.

error: Conteúdo protegido!