Não haverá novas medidas restritivas e dois novos pólos de atendimento serão abertos


LSM – Em uma coletiva de imprensa, a Secretária de Saúde de Maricá, Simone Costa e o Secretário de Comunicação Social, Olavo Nolato, anunciaram novas medidas de combate e prevenção ao Covid-19 na manhã desta quinta-feira, 3, no Centro de Maricá.

A coletiva aconteceu por volta de 10h, no Esporte Clube Maricá. Durante a coletiva diversos pontos foram abordados.

Pólos de atendimento (Tendas)

A Secretária de Saúde anunciou que dois novos pólos de atendimento serão inaugurados a partir da próxima semana. As tentas serão em Inoã, atrás de UPA, que irá inaugurar na próxima segunda-feira, 7, e em Itaipuaçu, entre as Ruas 8 e 9, na esquina com a Rua 34, que será reaberta na próxima quarta-feira, 9.

No começo da pandemia, haviam três tendas: Centro, Itaipuaçu e Ponta Negra. Com a queda no número de casos, as tendas foram desmontadas, mas agora, com o crescimento de contaminados, as novas tendas serão abertas.

No pólo de atendimento do Centro, o número de médicos de plantão dobrou. Antes eram dois, agora serão 4. Cada médico pode atender de 60 a 100 pessoas. Em Inoã e Itaipuaçu serão dois médicos, mas se houver necessidade, o número também aumentará. Já em São José do Imbassaí, não será necessário a instalação já que o bairro é acompanhado pela Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Segundo a Secretária de Saúde, os casos aumentaram não só no município e no Rio de Janeiro, mas em todo mundo. Ainda segundo ela, a primeira onda nunca terminou no Brasil, visto que os casos nunca zeraram pra iniciar uma segunda onda.

Testes

Mais de 12 mil testes já foram realizados em Maricá. A testagem foi feita em quase 100% das pessoas que procuraram atendimento. Houve também teste nos abrigos e em todos os profissionais da saúde e da educação.

A cidade de Maricá foi o primeiro município fluminense a testar os profissionais das redes municipais e estaduais.

Segundo Simone, a demora na entrega dos resultados dos testes, acontecem por conta do ‘ESUS’, do Governo Federal. Uma força-tarefa tem trabalhado na inclusão dos pacientes e acredita-se, que até a próxima sexta-feira, 11, haja mais informações sobre a notificação dos resultados.

Leitos

No Hospital Dr. Ernesto Che Guevara há 70 leitos ativos atualmente. De acordo com o número de casos, será analisado a permanência da quantidade de leitos ou o aumento.

Restrições

De acordo com o Secretário de Comunicação, Olavo Nolato, não haverá novas medidas restritivas. Apenas serão mais rígidas as normas atuais.

A fiscalização das medidas serão intensificadas para que a população não desrespeite, as normas, sejam elas pessoais -como uso de máscaras e álcool em gel- ou as normas públicas; como restrições nos bares, comércios e praias da cidade.

error: Conteúdo protegido!