30/04/2016 às 19h33min - Atualizada em 01/05/2016 às 19h56min

'Dia D' de mobilização contra a gripe foi realizada em Maricá neste sábado

13124508_1055649144493816_1503050633053421733_n (1)

13124508_1055649144493816_1503050633053421733_n (1)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou oficialmente neste sábado, dia 30, com a realização, pelo Ministério da Saúde, do Dia D de mobilização. Recebem a dose as crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde. Povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional também serão imunizados.  A vacina imuniza contra os três subtipos de vírus da gripe (influenza) que mais circulam no inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B. Até o dia 20/05, o atendimento acontecerá nas unidades Posto de Saúde Ponta Negra, PSF Bambuí, PSF Barra, PSF Espraiado, PSF Ubatiba, PSF Barra, PSF Guaratiba, PSF Bairro da Amizade, PSF Santa Paula, PSF Mumbuca, PSF Retiro, PSF Inoã 2, Posto de Saúde Inoã, PSF Chácara de Inoã, PSF Inoã 1, PSF Recanto, Posto de Saúde Itaipuaçu, Posto de Saúde Santa Rita, PSF Jardim Atlântico, Posto de Saúde São José, PSF São José e PSF Ponta Grossa. O posto de saúde de Santa Paula somente funcionará no Dia D. Coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Núbia Brum explica quem deve participar e a documentação necessária. “ As pessoas com 60 anos ou mais de idade; as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) precisam apresentar cartão de gestante ou certidão de nascimento do filho ou documento do hospital para comprovar o parto; os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (deverão apresentar a indicação ou laudo ou encaminhamento médico); os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional”, descreve Núbia. Todos os participantes deverão apresentar identidade e cartão de vacina. As crianças que receberão a vacina contra gripe pela primeira vez farão em duas doses, ou seja, serão vacinadas e depois de 30 dias receberão a segunda dose. Para aqueles que já foram imunizados em 2015, haverá a aplicação de apenas uma dose este ano. Núbia Brum ainda chama a atenção para a maneira de transmissão da gripe que ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos. “Após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias a pessoa pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz. A complicação da influenza que mais frequentemente leva à hospitalização e à morte é a pneumonia”, completou Núbia. Bolsa Família Durante a campanha, a Secretaria Municipal Adjunta de Saúde também fará, em todas as unidades, o acompanhamento nutricional e das vacinas de beneficiários do Programa Bolsa Família. “Temos neste momento de campanha de vacinação a intensificação da chamada do Programa Bolsa Família, já que a vacinação em dia é uma das condicionalidades de saúde para a família beneficiária continuar recebendo seus recursos”, diz Elisa Simas, coordenadora da área Técnica de Alimentação e Nutrição (ATAN).
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp