04/05/2016 às 11h15min - Atualizada em 04/05/2016 às 12h27min

Eleitores dormiram na fila no último dia de fechamento do cadastro eleitoral em Maricá

b8f431f2-48b1-492b-bec0-c60bd19444bf

b8f431f2-48b1-492b-bec0-c60bd19444bf

Por Romário Barros- Eleitores tiveram de dormir na fila na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Maricá, nesta quarta-feira (4), prazo final para quem precisa regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. Só precisa ir ao posto de atendimento aqueles que estão com título cancelado, o que impossibilita o exercício do voto, os que necessitam emitir a primeira via do título eleitoral e quem precisa solicitar a transferência. Uma funcionária do TRE, explica o motivo de cancelamento do título. "Apenas uma eleição não cancela o título, é só a multa. O que cancela o título são três turnos  de eleições consecutivas [sem votar]. E também quando tem revisão do eleitorado no município", afirmou. Para garantir o título de eleitor, é necessário levar à sede do TRE comprovante de endereço atualizado e, no caso dos homens que completaram 18 anos no ano passado, alistamento militar. O prazo desta quarta-feira deve ser lembrado também aos eleitores com deficiência que desejam votar este ano e precisam pedir a mudança para uma seção eleitoral especial. Não há necessidade de procurar atendimento para o cadastramento biométrico e quem já tem o título e não fez o procedimento votará normalmente. Às 11 horas da manhã, a Polícia Militar foi enviada para o TRE para evitar confusões, já que há denúncias de eleitores ' furando a fila'. Cancelamento de título O eleitor que não cumprir o prazo não poderá mais solicitar o serviço à Justiça Eleitoral, pois o cadastro eleitoral estará fechado em todo o país, mas ele poderá votar normalmente. O eleitor só estará impossibilitado de votar caso o seu título esteja cancelado. Além de impossibilitar o exercício do direito de voto, o cancelamento poderá implicar uma série de outras consequências, como impedimento da obtenção de passaporte e da carteira de identidade e CPF, restrições no recebimento de salário de função ou emprego público, e na tomada de alguns tipos de empréstimos. A ausência de registro também pode dificultar matrícula em instituições de ensino e a nomeação em concurso público. Após esta quarta-feira e até 10 dias antes das eleições, os únicos serviços que poderão ser solicitados pelo eleitor é a emissão da segunda via do título eleitoral e a certidão de quitação eleitoral, que pode ser emitida pelo site. Os eleitores com títulos cancelados e que precisar da quitação eleitoral deve procurar o TRE, que emitirá uma certidão circunstanciada, informando que o cadastro eleitoral está fechado e que ele não regularizou a situação por este motivo.
41fa8a33-dd7d-47ab-b933-64931ae3b68d

41fa8a33-dd7d-47ab-b933-64931ae3b68d


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp