publicidade 1200x90
30/06/2016 às 12h13min - Atualizada em 01/07/2016 às 11h15min

Rodoviários não aceitam proposta patronal e podem entrar em greve

1471343_345647735575406_2009944466_n

1471343_345647735575406_2009944466_n

Pelas redes sociais circula uma convocação para que os rodoviários de Niterói e região entrem em greve a partir de sexta-feira, porém o Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) garante que não há nada decidido ainda. A decisão deve ser tomada nos próximos dias se não houver nenhum avanço nas negociações, que foi parar no Ministério Público do Trabalho (MPT), uma vez que nenhuma das partes quer ceder. Os rodoviários não aceitam a proposta de reajuste de 9% - dividido em duas parcelas – oferecido pelo sindicato patronal, a classe quer 15%. No dia 15 deste mês uma assembleia recusou a proposta dos patrões, o que levou a discussão para a Justiça. Segundo Sintronac, duas audiências já aconteceram e caso o procurador não se pronuncie hoje, uma assembleia será convocada para os próximos dias e decidirá se a classe entrará em greve. Segundo o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira, o patronal ofereceu também aumento de 10% na cesta básica e mudança da data base para 1º de novembro. “A categoria rejeitou a proposta e continua com a campanha salarial aprovada anteriormente, de 15% de reajuste salarial, aumento de 50% na cesta básica e mudança da data base para 1º de março. Vamos aguardar, encaminharei a decisão para o patronal e iremos continuar negociando para chegar a uma decisão”, explicou o presidente do sindicato. O percentual de reajuste foi definido em assembleias realizadas, em abril, nas bases do sindicato em Alcântara, Itaboraí e Niterói. A categoria definiu ainda outras reivindicações para a campanha salarial desse ano: implementação do plano de saúde médico e odontológico, com extensão aos familiares dos rodoviários, Adicional por Tempo de Serviço (ATS), fim da dupla função ou acréscimo de 20% sobre o salário dos motoristas, que exercerem a atividade de cobrador, café da manhã pago pelas empresas para todos os trabalhadores.

A TRIBUNA


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp