publicidade 1200x90
04/07/2016 às 10h44min - Atualizada em 04/07/2016 às 11h19min

RJ-106: BPRv vai multar carro com farol apagado de dia a partir de sexta-feira

214

214

Motoristas que trafegam pela Ponte Rio-Niterói, Avenida do Contorno e nas rodovias RJ-104, RJ-106 e RJ-100, entre outras, devem ficar atentos. A partir da próxima sexta-feira (8), entra em vigor a nova lei de trânsito que torna obrigatório o uso do farol baixo durante os dias nas estradas. A medida visa a diminuir o risco de colisões. O condutor que não estiver com o dispositivo acesso poderá ser multado em R$ 85,13, perdendo 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O veículo ainda poderá ficar retido com os agentes que fizerem a abordagem até que as luzes sejam acessas. A fiscalização na Ponte Rio-Niterói será feita pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que utilizarão as câmeras de monitoramento para auxiliar nos flagrantes aos motoristas que estiverem descumprindo a determinação. O chefe de comunicação da PRF, José Hélio, conta que no início desta semana motoristas que não trafegarem com o farol acesso poderão ser abordados pelos agentes, mas apenas para orientação. “Os motoristas só serão autuados depois que a norma entrar em vigor. No entanto neste primeiro momento nossa intenção é fazer a abordagem para explicar sobre a nova lei. Tanto a PRF quanto o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) já orientavam que os motoristas utilizassem os faróis durante o dia”, argumenta o policial, explicando que os motoristas podem ser multados mesmo sem serem abordados pelos agentes. Segundo Contran, o uso dos faróis baixos durante o dia nas rodovias são recomendados pelo órgão desde 1998. A recomendação foi feita visando a propiciar maior segurança do trânsito tendo em vista que as cores e as formas dos veículos contribuem para dificultar a sua visualização a uma distância efetivamente segura para qualquer ação preventiva. Mesmo em condições de boa luminosidade a iluminação é elemento integrante da segurança ativa dos veículos. O motorista Josemi Bizerra, de 63 anos, não acredita na eficácia da medida. Segundo ele, não é um farol acesso que irá diminuir o risco das colisões. “Os motoristas devem ficar atentos sempre, seja com um luz acessa ou não. Não acredito que apenas uma lâmpada seja capaz de reduzir esses acidentes”, justifica. Para a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Eva Vider, especialista em Transporte Urbano, a medida - que é referencia na Europa -, poderia ser estendia para todas as ruas das cidades. Segundo ela, o número de atropelamantos poderia ser reduzido. “Na Europa, mesmo de dia, todos veículos andam com os faróis acessos. Acredito que se esta medida fosse implanta no Brasil, o número de acidentes como atropelamentos, não só de pedestres, mas de cliclistas e motociclitas, poderia reduzir em 10%. A visualização do veículo seria muito maior para quem está de fora”, explica a professora. Em nota, a Polícia Militar informou que os agentes que fazem o patrulhamento nas RJs 104 e 106 também irão fiscalizar os veículos que forem flagrados sem o dispositivo acesso.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp