publicidade 1200x90
18/07/2016 às 08h12min - Atualizada em 18/07/2016 às 13h56min

Homem armado invade igreja evangélica e duas pessoas são baleadas

[caption id="attachment_98318" align="aligncenter" width="800"]
20160717_220713 (800x450)

20160717_220713 (800x450)

Homem atingido pelos disparos.[/caption] Por Romário Barros- Um homem armado invadiu uma igreja evangélica na noite deste domingo, 17, e duas pessoas foram baleadas. O caso aconteceu na Igreja Pentecostal Fonte de Água Viva, em Várzea das Moças. De acordo com levantamento feito pelo LEI SECA MARICÁ, um homem invadiu a Igreja - por volta de 8h30 da noite - procurando a ex-esposa e queria falar algo no microfone. Ele agrediu mulher com socos e fugiu. Momentos depois, o homem voltou com uma arma em punho e disparou tiros para todos os lados. A Igreja estava lotada no momento dos tiros e duas pessoas acabaram sendo atingidas. O autor dos disparos fugiu. Um dos homens atingidos, identificado como José Guedes Lima, de 39 anos, foi colocado em um carro particular e levado para a Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) de Inoã. Um dos disparos atingiu a mão do homem e ele foi transferido de ambulância para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro de Maricá. O outro homem atingido foi identificado como Antônio Ferreira, de 51 anos. Ele foi encaminhado ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas. Policiais Militares do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Inoã estiveram na UPA de Inoã. De acordo com policiais militares, o homem identificado como Emanuel de Alencar, de 22 anos, disparou na direção do templo com a intenção de matar a ex-namorada, de 20 anos, que preferiu não se identificar. Ela saiu ilesa. A vítima diz que o homem começou a se mostrar agressivo durante a gravidez. "- Faz um ano que a gente não se relaciona mais. Desde que engravidei, a gente não tinha mais uma boa relação. Ele chegava com ignorância. No outro domingo, antes do ataque, ele disse que me mataria e voltaria preso para o Ceará", disse a mulher, que namorou Emanuel por três anos. "0- A situação piorou quando falei para ele, no mês passado, que eu estou conhecendo outra pessoa", contou Segundo os policiais do 12º BPM (Niterói), após o atentado, o homem fugiu para uma região de mata, mas foi localizado por um agente do DPO do bairro. Ele, no entanto, não apresentou a arma utilizada no crime. "- O companheiro que estava de serviço foi chamado e começou a procurar o acusado. Ele foi encontrado quando saía da mata perto de um ponto de ônibus. O acusado disse que perdeu a arma no mato, durante a fuga", disse um militar. O caso foi registrado na 75ª Delegacia Policial (Rio do Ouro).
20160717_221337 (800x437)

20160717_221337 (800x437)


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp