publicidade 1200x90
18/07/2016 às 06h18min - Atualizada em 18/07/2016 às 19h21min

City Tour “Conhecendo Maricá” realiza sua primeira edição

ny14s7ijkym4

ny14s7ijkym4

O projeto turístico “Conhecendo Maricá”, implantado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Maricá (Codemar), teve sua primeira edição realizada neste sábado (16/07). O projeto do City Tour conta com o apoio das secretarias adjuntas de Políticas Especiais, Cultura e Turismo. Os 16 participantes, acompanhados da guia Sabina Lux e da coordenadora do projeto, Simone Rodrigues, partiram em um micro-ônibus da Empresa Pública de Transportes (EPT), às 9h da Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, e circulou por um roteiro variado com pontos selecionados pela Codemar, que incluiu a aldeia indígena em São José do Imbassaí, a lagoa de Araçatiba, a área urbanizada junto à ponte do Boqueirão, a ponte da Barra, a Avenida Maysa Monjardim, a casa da cantora, e a casa do educador Darcy Ribeiro (em Cordeirinho), finalizando o passeio às 14h no Farol de Ponta Negra. A primeira parada foi na aldeia Tekoa Kaaguy Ovy Porã ("Mata Verde Bonita", em tupi guarani), onde foi servido um café da manhã à moda indígena, com tipá (massa frita de mandioca), chá de ervas e outras iguarias naturais e os participantes assistiram a uma corrida de toras. Em seguida o cacique Darcy Tupã levou os convidados à Casa de Reza, onde falou sobre a trajetória de sua tribo, e dos rituais religiosos na formação da cultura indígena. Uma das turistas, a índia pataxó Islan Cruz, 59, disse ter gostado do passeio. “Achei ótimo, até pela visita à aldeia guarani, que não conhecia. Sou de uma aldeia em Porto Seguro (BA). Lá, foi criada a reserva pataxó em Santa Cruz de Cabrália, que se tornou um destino turístico importante para o estado”, comentou. O passeio contou com a descrição dos locais e sua história pela guia Sabina e pela coordenadora Simone. Na lagoa de Araçatiba foi mencionada a passagem do padre José de Anchieta e a chamada “pesca milagrosa”, um dos três eventos que a Santa Sé considerou suficientes para a canonização do jesuíta, e que ocorreu naquele local. Também foi descrito o projeto da nova ponte da Barra, idealizada para regularizar a abertura do canal quando o nível da água nas lagoas atinge elevação excessiva - como ocorreu após as enchentes de 29/02. A Avenida Maysa, importante via de ligação do Centro aos bairros de Cordeirinho de Ponta Negra, e a casa onde a cantora homenageada viveu, além da casa de Darcy Ribeiro, foram incluídos no roteiro. O projeto da Casa de Darcy Ribeiro é de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer e sua planta tem a forma de um sol. O farol de Ponta Negra deslumbrou pela vista do litoral maricaense. Para a advogada Sandya Fernandes, 52 anos, moradora no Rio, o passeio significou mais do que uma visita ao município. “Venho a Maricá há 16 anos, mas não sabia o quanto o município é rico em patrimônio natural e cultural. Minha família tem casa de veraneio em Bambuí. Depois de conhecer estes lugares, estou pensando seriamente em mudar-me para cá”, declarou. Para a coordenadora do projeto “Conhecendo Maricá”, Simone Rodrigues, a primeira edição superou as expectativas. “As crianças interagiram e a participação foi muito boa. Pretendemos diversificar o roteiro a cada mês. O projeto, que é semanal, propõe um conhecimento maior do município e seu patrimônio, como forma de resgate de sua cultura, e ninguém melhor do que os munícipes para divulgar sua cidade”, disse. Para inscrever-se no “Conhecendo Maricá”, basta procurar o módulo turístico da Codemar, na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, que funciona de domingo a domingo, das 9h às 17h. O City Tour é gratuito e menores só poderão participar acompanhados de pais ou responsáveis.
9ki221qkundi

9ki221qkundi

63rnb76oh1fv

63rnb76oh1fv

c5xmrnfhk6xu

c5xmrnfhk6xu

cx14f7kxcnp3

cx14f7kxcnp3

g6osilqunlnx

g6osilqunlnx

rw8gep5dfwoq

rw8gep5dfwoq


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp