30/08/2016 às 20h50min - Atualizada em 31/08/2016 às 15h45min

Polícia Civil prende traficante em mansão de luxo em bairro de Maricá

prisao

prisao

Um dos maiores traficantes de drogas do Rio foi preso, na manhã desta terça-feira, dentro de sua mansão no Loteamento Vivendas de Inoã, próximo a Avenida Gilberto de Carvalho, via de acesso ao bairro de Itaipuaçu. Hebert Queiroz de Almeida, o Mexicano ou Pixoco, foi preso por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod). Os agentes encontraram dentro da residência uma quantidade não revelada de cocaína, já embalada para venda, com as inscrições da Favela da Palmeira, em Belford Roxo. O traficante também é conhecido como El Chapo da Baixada e, contra ele, havia um mandado de prisão preventiva pelos crimes de tráfico e de associação para o tráfico de drogas. No fundo da piscina de Mexicano, estão as iniciais do nome do bandido. Segundo a Dcod, ele é o responsável por dominar e implantar o tráfico de drogas na Palmeira, sendo a única comunidade da Baixada Fluminense com atuação de uma facção criminosa conhecida pela polícia pela qualidade da cocaína comercializada a preço único. Mexicano também é o responsável por estabelecer vínculos com as comunidades de Acari e Amarelinho, de onde adquire a cocaína revendida na favela da Palmeira. As investigações da DCOD também dão conta de que Mexicano possui uma transportadora, que é utilizada para lavagem do dinheiro obtido com a venda das drogas. Foram apreendidos comprovantes de depósitos bancários com expressivas quantias. A comunidade é a única na Baixada Fluminense em que atua a facção criminosa Terceiro Comando Puro, conhecida pela quantidade de cocaína comercializada. Havia um mandado de prisão preventiva contra “Mexicano” por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Ele já estava sendo investigado pela polícia há três meses. As investigações apontam também que o traficante possui uma transportadora usada para lavagem de dinheiro. Foram apreendidos, inclusive, comprovantes de depósitos bancários com quantias expressivas.
prisao3

prisao3

prisao2

prisao2


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp