13/09/2016 às 10h31min - Atualizada em 13/09/2016 às 10h31min

Inea e Meio Ambiente verificam denúncia de despejo clandestino de esgoto em Jacaroá

14212128_1091084607641111_6922255989715828303_n

14212128_1091084607641111_6922255989715828303_n

Técnicos do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Inea) e da Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente, inspecionaram nesta sexta-feira (09/09), a água que está sendo despejada de um manilhamento instalado na Rua João Moreno Vidal com Avenida Lagomar, no bairro de Jacaroá. A inspeção procedeu de uma denúncia de um eventual despejo clandestino de esgoto. A superintendente regional de Fiscalização da Baía de Guanabara, Amanda Rodrigues, o Técnico Ambiental André Costa, ambos do Inea, e o Analista Ambiental Leandro Guerra, não constataram a presença de material tóxico na água que está sendo drenada do brejo no final da rua para a lagoa. “Verificamos o tipo de água, cor, cheiro e constatamos ser do mesmo tipo do brejo. A coloração um tanto escura deve-se provavelmente à decomposição de plantas aquáticas e ao tipo de solo”, declarou Amanda. Cerca de 300 metros de manilhas de 600mm e 800mm, com PVs (caixas de passagem de grande diâmetro), estão sendo instaladas no perímetro. Segundo o secretário municipal adjunto de Obras, Marcos Câmara, a rede servirá para extravasar as águas do brejo, quando este sofrer acúmulo de chuvas. “A demanda partiu da própria comunidade, que sofreu com a enchente de fevereiro deste ano, ficando isolada do restante do bairro”, disse. Adail de Oliveira, 80 anos, tem casa à Rua João Vidal, e disse ser a obra necessária. “As chuvas do verão deste ano simplesmente deixaram os moradores, principalmente os que moram no final da rua, sem condições de chegarem ou saírem de suas casas”, concluiu.

Foto :: Divulgação - Clarildo Menezes


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp