18/09/2016 às 11h07min - Atualizada em 18/09/2016 às 11h09min

Delaroli (DEM) apresenta plano para desenvolvimento econômico e geração de empregos

14390977_1107084906045632_4364502089153934667_n

14390977_1107084906045632_4364502089153934667_n

O crescimento econômico projetado para os próximos anos tem que ser acompanhado da geração de mais e melhores empregos.  Foi o que afirmou o candidato a Prefeito de Maricá, Marcelo Delaroli (DEM). "- Vamos qualificar profissionalmente e colocar no mercado de trabalho jovens, adultos, beneficiários dos programas Bolsa Família e Mumbuca, para inserir social e economicamente essa população de alta vulnerabilidade", disse o candidato. De acordo com Marcelo, serão direcionados investimentos públicos e privados, conceder estímulos fiscais e financeiros a setores estratégicos. "- Iremos direcionar investimentos públicos e privados, conceder estímulos fiscais e financeiros a setores estratégicos. Assim teremos mais empregos, com prioridade no aproveitamento de profissionais que moram em Maricá na administração pública", contou. As propostas do Candidato Marcelo Delaroli
  • Realização de ampla auditoria na folha de pagamento para identificar e cortar “funcionários fantasmas”.
  • Criação de um Conselho Municipal de Investimentos, de forma a dar prioridade para as regiões que sempre foram esquecidas. Destinar um percentual de todos os recursos da Prefeitura para essas regiões, visando fomentar o desenvolvimento.
  • Implantação de fundos municipais que ainda não foram totalmente implementados, consolidar a legislação sobre esses fundos, bem como os mecanismos para a divulgação e transparência dos recursos aplicados através deles.
  • Elaboração de uma política fiscal e de desenvolvimento das potencialidades da cidade para torná-la um polo de investimentos.
  • Incentivos fiscais para empresas que aumentarem seus postos de trabalho em 50% empregando moradores de Maricá.
  • Incentivos fiscais para as regiões de Maricá com menores índices de desenvolvimento econômico, com objetivo de atrair investimentos e negócios.
  • Identificar e fortalecer os grupos que trabalham com o conceito de economia solidária em Maricá (Mumbuca e afins), buscando atrair investimentos e ampliar negócios.
  • Facilitar a abertura de novas empresas, comércios, através de um projeto de simplificação nos processos de regularização, buscando inclusive a regularização de atividades informais.
  • Com apoio do Sebrae, criar a Escola Maricaense de Empreendedores Comunitários, um espaço voltado para capacitação e organização de comércios e negócios comunitários.
  • Promover em Maricá, com apoio do Sebrae e do BNDES, arranjos produtivos locais, especialmente na área de turismo, gastronomia e lazer, beneficiando ainda artesãos, costureiras e atividades similares. Oobjetivoé promover a competitividade e a sustentabilidade dos micro e pequenos negócios.
  • Estimular a formação de cooperativas de diversas categorias, como costureiras, artesãos, pescadores, agricultores, educadores e outras atividades comunitárias, visto que elas se mostram como alternativas viáveis para a geração de trabalho e renda à população que não encontra oportunidade no mercado de trabalho tradicional.
  • Em parceria com Sebrae, dar maior suporte para o desenvolvimento de micro e pequenos negócios, além de incentivar ações de empreendedorismo.
  • Fortalecer a Associação Comercial para que protagonize o processo de identificação de oportunidades.
  • Em parcerias com instituições, apoiar a realização de cursos de capacitação para gerar oportunidades de emprego em diferentes setores.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp