19/09/2016 às 18h47min - Atualizada em 19/09/2016 às 18h53min

Escola em Cordeirinho recebe mudas do Projeto Maricá Mais Verde

o

o

A Escola Municipal Lúcio Thomé Guerra Feteira recebeu, na manhã desta segunda­f-eira (19/09), o projeto “Maricá Mais Verde visita a sua escola”, desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente. Cerca de 50 alunos de cinco turmas do 1º ao 2º ano deixaram as salas de aula e foram plantar mudas de árvores da Mata Atlântica. Foram quatro de Ipê amarelo (Handroanthus albus) e uma de Pau Brasil (Caesalpinia echinata). A iniciativa faz parte das comemorações do Dia Nacional da Árvore (21/09), que marca o início da primavera – estação que se inicia na próxima sexta­-feira (23/09). A bióloga e coordenadora do projeto, Denise Amorim, estudou todo o ensino fundamental na escola e falou da importância do trabalho. “Estamos comemorando a Semana Nacional da Árvore e vamos plantar essas mudas que vão, além de dar mais locais de sombra para as crianças, criar nelas uma consciência ambiental”, afirmou. Os alunos, de cinco a sete anos, ouviram com atenção as explicações da educadora ambiental Ana Paula Kaya, que mostrou como fazer o plantio e os benefícios de terem uma escola com mais verde. Pedro da Costa Santos, cinco anos, foi um dos alunos que ganhou um adesivo com animais da fauna brasileira e temas com questões ambientais. Sua missão agora é proteger as matas contra os incêndios. “É muito gratificante ver que elas se mostram interessadas no assunto”, acrescentou Ana Paula. Pedro da Costa era só entusiasmo. “Adorei plantar e ajudar a natureza”, frisou o menino, que plantou um ipê. A expectativa é de que em aproximadamente cinco anos as crianças possam ver florescerem as árvores que ajudaram a plantar. Ana Paula acrescentou que o trabalho das professoras será fundamental para o desenvolvimento das mudas. Segundo a educadora ambiental, os alunos devem constantemente receber estímulos para cuidar das plantas e participar do desenvolvimento delas. “As crianças devem criar vínculos com as mudas. Para isso os professores devem leva-los para regar e vê-­las crescendo”, finalizou.

Foto :: Divulgação - Clarildo Menezes


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp