20/10/2016 às 15h24min - Atualizada em 20/10/2016 às 15h24min

Prefeitura faz limpeza de galerias pluviais para prevenir enchentes em Maricá

screenshot_2

screenshot_2

A Secretaria Municipal Adjunta de Obras iniciou nesta semana um trabalho preventivo de limpeza de galerias pluviais em toda cidade. A ideia é manter desobstruídas as caixas de passagem subterrâneas de água das chuvas para evitar enchentes durante o verão, quando as precipitações são mais intensas. A primeira região beneficiada foi o Centro, onde equipes começaram a limpeza na altura do Hospital Conde Modesto Leal e, até o fim da semana, vão chegar à altura da ponte da Mumbuca. O grupo de trabalhadores passou também pela área do terminal rodoviário. De acordo com o secretário municipal executivo de Infraestrutura, Marcos Câmara, a ação faz parte da prevenção permanente aos alagamentos que costumam ocorrer em diferentes regiões de Maricá, muitos deles provocados pelo acúmulo de sujeira nesses locais. “Na hora da limpeza, as equipes encontram muita coisa que é jogada por uma parte da população que insiste em não deixar seu lixo nas lixeiras. Muitos desses rejeitos passam pelas grades e caem nas galerias e caixas de passagem, impedindo o fluxo de água e causando as enchentes nas áreas urbanas”, destacou Câmara, que pediu a quem transita pelo centro e outras regiões de Maricá para evitar deixar lixo pelo chão. O secretário afirmou ainda que vai intensificar a limpeza de rios, córregos e canais da cidade a partir de novembro. O trabalho havia sido iniciado após as fortes chuvas de 29 de fevereiro deste ano, que causaram alagamentos em todas as regiões. Segundo ele, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), responsável pela limpeza de rios e lagoas em todo o estado, concedeu neste mês uma nova licença para que a Prefeitura execute a manutenção – a primeira havia sido concedida em março em razão das enchentes. Sobre o Residencial Carlos Marighella, condomínio do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ em Itaipuaçu que foi o local mais atingido pela tromba d’água no início do ano, o secretário disse que existe um monitoramento permanente da região. Segundo Câmara, a localidade recebe atenção especial nos dias de chuva para observar se as providências tomadas na época surtiram o efeito desejado e que não houve novos problemas por lá. No entanto, há uma equipe de prontidão para atender a comunidade em caso de emergência.

Foto - Fernando Silva


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp