06/12/2016 às 03h00min - Atualizada em 06/12/2016 às 03h07min

Secretaria de Saúde de Maricá realiza palestra de prevenção de DST

screenshot_2

screenshot_2

O serviço de Educação Continuada da Secretaria Municipal Adjunta de Saúde realizou na manhã desta segunda-­feira, 05/12, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã, palestra sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. O evento destinado a funcionários da unidade e a pacientes na sala de espera, lembrou o Dia Mundial da Luta contra a AIDS, comemorado no dia 01/12. Andréa Figueiredo é coordenadora da Educação Continuada e explica que o objetivo maior foi conscientizar a população no que diz respeito aos cuidados com a saúde. “A prevenção é o melhor caminho”, afirmou. Diretor geral da UPA, o médico Paulo Abi Râmia destacou a importância das pessoas se prevenirem contra o HIV e também para a importância de homens e mulheres realizarem um check up uma vez ao ano. Claudia Rodrigues foi a palestrante do evento e é a coordenadora do programa IST/HIV/AIDS e Hepatite Virais. Ela destaca o uso de preservativos e também que gestantes façam os exames de sífilis e de HIV e tenham atenção ao cuidado com o bebê. “A gestante que tem HIV, se fizer um teste do bebê ao nascer, dará reagente, pois ele nasce com os anticorpos da mãe. Tratando o bebê corretamente com medicações e fórmula infantil e ainda a mãe não amamentando, possivelmente, o bebê será HIV não reagente. À medida que o tratamento correto é realizado (medicações antirretrovirais), o bebê vai eliminando o anticorpo da mãe e produzindo o dele”, explicou Claudia. A população aprovou a iniciativa. É o que afirmou a dona de casa Rosimelia José da Silva, moradora de Inoã. “Foi a primeira vez que assisti uma palestra como essa. Vim para ser consultada e recebi orientações. Gostei muito”, disse a dona de casa. Microempresário, Sérgio Mauro Oliveira Chagas é morador de Santa Paula, em Niterói e trabalha em Maricá. Enquanto aguardava atendimento também participou da atividade. “Foi muito importante para informar a população”, destacou. Quem também prestou atenção aos ensinamentos foi o construtor Ivo Damasceno da Silva, morador de Rio do Ouro. “A gente sabe que não deve se arriscar. As orientações foram altamente positivas para mim”, avaliou Ivo. Mais informações sobre o programa IST/HIV/AIDS e Hepatites Virais pelos telefones 2637­1747 e 2637 8312, no Laboratório de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/AIDS), que fica no Hospital Conde Modesto Leal, no Centro da cidade, ou no Serviço de Atendimento Especializado (Rua Jovino Duarte, casa 2, Quadra 1, Araçatiba).
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp