07/12/2016 às 20h22min - Atualizada em 07/12/2016 às 22h56min

Em primeiro turno, Vereadores aprovam projetos de leis polêmicos em Maricá

screenshot_2

screenshot_2

Por Romário Barros- Apenas seis vereadores compareceram na sessão da Câmara Municipal desta quarta-feira, 07. Eles aprovaram, em primeiro turno, cinco projetos de leis polêmicos do Vereador Dr. Felipe Auni (PSD). Os Projetos de Lei de Auni criam o: Dia Municipal do Pastor, Dia Municipal do Missionário e Dia Municipal do Capelão, além de instituir e incluir no calendário da cidade o Dia da Mulher Cristã e ainda um projeto de lei que declara a música gospel como patrimônio imaterial do município de Maricá. "- O nosso dever enquanto legislador é ir a tribuna, é cobrar, cobrar do executivo, do chefe do executivo, da mesma forma que eu cobrei e hoje eu trouxe a essa casa sobre a reprovação das contas do Prefeito no Conselho Municipal de Saúde. Nós aqui também criamos e aprovamos projetos de leis municipais, as municipalizamos, e assim são pedidos feitos por toda a população. Até hoje eu não fiz um projeto de lei dando nome a rua ou a lugar qualquer do município, praça, enfim, do município, não fiz nenhum projeto de lei nesse sentido, porém, eu hoje trago a essa casa, quero agradecer, a vocês colegas vereadores por terem aprovado em primeiro turno esses projetos de lei na qual fui solicitado por um grupo de pessoas, por alguns maricaenses". disse Auni. Tataí do Sacolão (PTB), Robson Dutra (PTN) e Adelso Pereira (SD) justificaram a ausência alegando que estão em Brasília para participar do 9º Congresso de Câmaras Municipais. Já Bubute (PV) faltou dizendo estar em um compromisso político. Já Hélter Ferreira (PT) disse que faltou em virtude de compromisso agendado anteriormente. Confira a íntegra da sessão da Câmara de Vereadores de Maricá no vídeo abaixo
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp