15/12/2016 às 13h11min - Atualizada em 16/12/2016 às 14h56min

No Centro do RJ, morador de Itaipuaçu é preso com mais de mil telefones roubados

14368681_1082277141861999_1873942574341061922_n

14368681_1082277141861999_1873942574341061922_n

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) recuperaram, nesta quarta-feira, 1.029 celulares roubados, numa sala comercial na Rua Gonçalves Dias, no Centro do Rio. A maioria dos telefones era da Samsung. O dono do estabelecimento, Diego Quintela Ventura, vulgo 'Dieguinho', morador de Itaipuaçu, foi preso em flagrante e autuado por receptação qualificada (quando o produto de crime é comercializado). Os aparelhos fazem parte de uma carga avaliada em R$ 8 milhões, roubada na madrugada de sábado em Duque de Caxias, no depósito da transportadora que faria a entrega. Dez criminosos, armados com fuzis, entraram no local para pegar a mercadoria. Eles renderam os vigilantes. De acordo com informações da polícia, os aparelhos eram distribuídos para os boxes do Camelódromo da Uruguaiana e para outros comerciantes ilegais da região. Diego já tinha passagem por receptação e está sendo investigado por organização criminosa. Segundo a DRFC, ele é suspeito de ser um dos maiores receptores de celulares no estado e chefe de uma quadrinha especializada. Em depoimento, Diego alegou que seu sócio é que compra os telefones e por isso, não sabe a procedência dos aparelhos. As mercadorias eram vendidas pela internet e encaminhadas pelo correio para os clientes. A pena para o crime de receptação qualificada é de três a oito anos de prisão. Segundo informações da DRFC, inicialmente a carga foi levada para a favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na Zona Norte. Na terça-feira, o agente penitenciário Eduardo Pontes de Lima, foi preso por policiais militares do 15º BPM (Duque de Caxias) com parte da carga — cerca de 40 telefones celulares da marca Samsung. Com ele, foi apreendida ainda uma pistola.
7ghn39o40nwdnhvwtvz8z42dv

7ghn39o40nwdnhvwtvz8z42dv


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp