11/01/2017 às 19h12min - Atualizada em 12/01/2017 às 16h14min

Baleados são presos e vão responder por três crimes, diz Delegado de Maricá

[gallery link="none" columns="1" size="full" ids="109986"] Por Romário Barros e Mauro Luis- O delegado titular da Delegacia de Maricá, Dr. Júlio César Mulatinho Neto, informou no começo da noite desta quarta-feira, 11, que os quatro baleados em uma operação da Polícia Militar vão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas e resistência. Um dos criminosos, um adolescente de 17 anos, já foi levado para a carceragem da 82ª DP. Geronino Francisco de Oliveira Nogueira, 37 anos, Michael Ribeiro de Almeida, de 26 anos e Hudson de Aguiar Cardoso, de 23 anos, passaram por procedimentos cirúrgicos e estão sob custódia da Polícia Militar. Até o momento, não há informações do estado de saúde dos baleados. QUATRO PRESOS E ARMAS E DROGAS APREENDIDOS Uma operação policial durante a tarde terminou com quatro suspeitos baleados na Comunidade do Saco da Lama, atual Bairro da Amizade, na Região Central de Maricá. A Polícia Militar apreendeu armas e entorpecentes. De acordo com o Tenente Hugo, subcomandante da Companhia de Maricá, foi realizada uma incursão na comunidade e as equipes do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) foram recebidas a tiros. Houve uma intensa troca de tiros, onde três suspeitos foram baleados e um conseguiu fugir. O trio foi colocado na viatura da PM e levados para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro da Cidade. O homem que fugiu do cerco policial também deu entrada no Hospital Municipal. Ele foi levado em um carro particular. No local, os PMs apreenderam 233 pinos de cocaína, 97 trouxinhas de maconha, 4 tabletes de maconha, um rádio transmissor, duas pistolas calibre 9mm, 20 munições, além de R$ 79,00 (Setenta e Nove Reais) em espécie. Segundo o Tenente Hugo, os suspeitos estavam comercializando drogas no interior da comunidade. [gallery columns="2" link="file" ids="109972,109971,109969,109970,109968,109967"]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp