20/01/2017 às 20h55min - Atualizada em 20/01/2017 às 20h55min

Vereador Ricardinho Netuno (PEN) fiscaliza postos de saúde de Itaipuaçu

[gallery link="file" columns="1" size="full" ids="110591"] O vereador Ricardinho Netuno (PEN) visitou os postos de saúde do Distrito de Itaipuaçu, na manhã desta sexta-feira, dia 20. Com o intuito de fiscalizar e entender onde está sendo gasto o dinheiro público que é revertido para área de saúde, o vereador e sua equipe conversaram com funcionários e pacientes insatisfeitos com problemas desde a última gestão municipal. Ricardinho foi aos Postos de Saúde da Família (PSF) do Recanto e do Jardim Atlântico, localizado na Rua 53, além dos Postos de Saúde (PS) da Rua 34, entre a Rua 19 e Rua 20, e da Rua 83, no Jardim Atlântico. No caso do posto da 83, existe um PSF em anexo. Segundo os pacientes ouvidos nas unidades, o principal problema comum dos postos é a falta de material básico de coleta laboratorial e material médico hospitalar. No posto do Recanto, por exemplo, a demora nos resultados dos exames laboratoriais é um transtorno. Conforme apurado pelo vereador, há casos em que o paciente desiste do serviço público e recorre ao particular. “- Fiz um hemograma que demorou três meses para eu receber o resultado. Quando finalmente chegou, já não valia mais. A Doutora teve que fazer novamente o exame”, Sueli Cunha, 50 anos, do lar, moradora do Recanto. O funcionário de um dos postos, que não quis se identificar, afirmou que a Secretaria de Saúde tem deixado faltar até mesmo preservativos e pílulas anticoncepcionais, recebidos por doações particulares. Alguns remédios também faltam, assim como os materiais para fazer curativos, conforme contaram enfermeiros e médicos. Até mesmo materiais de limpeza são esquecidos pelo governo na hora de disponibilizar materiais básicos para algumas unidades. Outro problema é a falta de água potável para quem vai ser atendido e também para os próprios funcionários dos postos. O vereador verificou que a Prefeitura não vem disponibilizando galões de água. “É um descaso do governo deixar faltar até mesmo água para os pacientes e funcionários dos nossos postos de saúde. Por ser uma despesa de pequeno vulto, o problema poderia ser facilmente resolvido através de processo licitatório simplificado ”, falou o vereador Ricardinho Netuno. Morador de Itaipuaçu, o vereador Ricardinho, encontrou ainda um problema antigo no posto do Recanto. Uma fossa que transborda quando a água é muito utilizada. O esgoto fica ao lado do local de espera dos pacientes, logo na única entrada do posto. O cheiro ruim e a sujeira são antigos conhecidos dos moradores que precisam usar os serviços daquela unidade. O vereador tentou agendar uma reunião com a Secretária de Saúde, Dra Simone Costa Silva, para apresentar propostas e soluções para as necessidades verificadas nas unidades e aguarda disponibilidade da mesma, que está se recuperando de uma cirurgia. No decorrer da semana serão encaminhadas indicações legislativas dos problemas. [gallery link="file" ids="110592,110593,110594"]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp