08/06/2017 às 15h04min - Atualizada em 08/06/2017 às 23h24min

Maricá promove oficina com empreendedores de turismo

DSC_0585-696x464

DSC_0585-696x464

A primeira oficina de Turismo de Base Comunitária foi realizada nesta terça-feira (06/06), no Caic Elomir Silva, em São José de Imbassaí, com a participação de 28 empreendedores da cidade. O encontro faz parte do projeto “Economia Solidária e Turismo de Base Comunitária em Maricá/RJ”, realizado em parceria entre as secretarias de Economia Solidária, Turismo e a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), e é voltado para os empreendimentos turísticos do município. No período da manhã, a coordenadora do TBC, professora Bruna Conti, apresentou o projeto, falou de como e onde surgiu a parceria com as secretarias e quais os objetivos e atividades para o dia. O TBC está diretamente ligado às atividades e serviços desenvolvidos pelas comunidades. Além disso, é fundamental a organização de seus membros e das famílias no sentido de se envolverem de forma ativa em todas as etapas do trabalho: no planejamento, na execução, na avaliação e no monitoramento das atividades. O secretário de Economia Solidária, André Braga, destacou a importância da iniciativa não só para o turismo da cidade, mas para que as famílias empreendedoras não sejam sufocadas pelo turismo convencional. “Hoje demos o principal passo ao realizar uma oficina com a base empreendedora do município. Este é o começo da construção de um forte roteiro com foco em Economia Solidária. E assim sendo o TBC estará forte para conviver e coexistir com a grande indústria do turismo convencional, já fortemente projetada pela prefeitura”, afirmou. Proprietário de um bar em Jacaroá, Fábio Viegas, foi um dos 28 participantes da oficina. Ele ressaltou a importância do evento para que o Turismo de Base Comunitária cresça em Maricá e desenvolva bons roteiros, contribuindo para o desenvolvimento da cidade. “Achei muito interessante o evento. E é importante para nós, que temos economia de base familiar”, disse. O estabelecimento fica na parte alta do bairro, com direito a uma bela vista da cidade. Fábio produz cerveja artesanal e hidromel, bebida alcoólica fermentada à base de mel e água, e acrescentou que, além da musica ao vivo, quer oferecer workshop sobre a produção de cerveja e exposições artísticas aproveitando mais os espaços que possui. O chefe da seção de economia solidária da superintendência regional do Ministério do Trabalho, Diogo Antunes, falou do início do movimento de economia solidária no Brasil e quais os seus desdobramentos. Já a professora Eloise Botelho, que é colaboradora do projeto, apresentou os possíveis danos de uma prática de turismo desordenado. A professora descreveu o que é o TBC, apresentou seus conceitos e deu exemplos de alguns locais que fazem uso correto dessa proposta. Antes do encerramento deste primeiro encontro os participantes foram divididos em quatro grupos e cada grupo ficou responsável por um distrito da cidade, e a partir dai, cada um deles montou um roteiro levando em consideração os atrativos locais, a duração e a forma de deslocamento entre os atrativos escolhidos. Bruna Conti ficou satisfeita com o resultado do encontro. Para ela, este primeiro contato foi muito importante não só para se entender o TBC, como para elucidar questões ainda não tão claras. “Achei que o encontro foi bastante proveitoso. As palestras foram bastante provocativas para que todos pudessem pensar que turismo queremos para Maricá. A dinâmica foi fundamental para uma primeira visualização de possíveis roteiros de TBC”, finalizou a coordenadora.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp