publicidade 1200x90
16/11/2017 às 17h18min - Atualizada em 16/11/2017 às 17h18min

Trânsito no Centro de Maricá está à beira do caos

Por Romário Barros- As pequenas ruas e avenidas do Centro de Maricá, planejadas há décadas, já não suportam mais a quantidade de veículos que circulam por elas. Quem enfrenta as principais vias da cidade durante os horários de pico tem de ter muita paciência para conseguir avançar poucos metros num considerável período de tempo. Com a explosão da frota de veículos nos últimos anos, o trânsito no Centro da Cidade está caótico. Carros, ônibus, motos e caminhões lutam por espaço e se arrastam em filas na hora do rush. Para se ter uma ideia do tempo que leva um veículo para chegar de um ponto a outro no Centro de Maricá, durante o horário de pico, um taxista, que preferiu não se identificar, descreveu o trajeto de cerca de um quilômetro e meio da Rua Domício da Gama até a RJ-106. “Sai do ponto em frente ao Hospital para chegar até a Car Sound, na altura do km 28 da RJ-106, que num domingo é feito em 3 minutos, na hora do rush levei 22 minutos”, comentou. De acordo com o Secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito de Maricá, Celso de Almeida Netto intervenções serão feitas no Centro de Maricá. Será criado um novo sistema de acesso e saída da região do Centro, que inclui a inversão de sentido da Rua Barão de Inoã para entrada e da Rua Ribeiro de Almeida (conhecida como ‘rua dos bancos’) para quem deixa a área. As ruas Domício da Gama e Abreu Rangel voltarão a ter mão dupla e terão seus pontos de táxi realocados. Netto antecipou, ainda, que apenas os pontos que ficam na Praça da Bandeira, na Avenida Nossa Senhora do Amparo, ao lado da Casa Digital e na Rua Barão de Inoã vão permanecer onde estão. Ainda segundo o Secretário, no final da Barão de Inoã, o curto trecho entre a esquina com a Álvares de Castro e a rotatória em frente à igreja matriz de Nossa Senhora do Amparo não terá mais passagem para carros. Dali, quem chega ao Centro terá outras opções: seguir pela Avenida Nossa Senhora do Amparo e pela Rua Pereira Neves, cuja mão também será invertida (para chegar ao hospital ou ir para a Barra de Maricá), acessar a própria Álvares de Castro circundando a igreja matriz ou retornar à Domício da Gama pela Rua Almeida Fagundes, passando pela Casa Digital. Os motoristas também vão passar a acessar a ponte da Mumbuca pela Avenida Francisco Sabino da Costa e também pelo trecho da Rua Abreu Sodré entre a ponte e a Praça Conselheiro Macedo Soares. A atual rotatória que existe no local vai ter uma nova passagem que vai permitir o acesso. Nas ruas internas no Centro também haverá mudanças: parte da Rua Senador Macedo Soares, por exemplo, terá a mão invertida para criar uma confluência no sentido da Rua Abreu Rangel, através de um sistema binário com a Rua Athaide Parreiras em direção à praça. No lado oposto, ambas as ruas terão os sentidos mantidos. As mudanças ainda não tem data para entrar em operação.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp