22/11/2017 às 16h46min - Atualizada em 22/11/2017 às 16h47min

Assassino de Policial Militar de Maricá é preso no Estado do Tocantins

A Polícia Militar do Tocantins prendeu na tarde desta terça-feira, 21, Alexandre Soares Alves, acusado de sequestrar e assassinar o cabo da Polícia Militar Cícero Pedro Nascimento Neto, morador de Maricá. Após praticar o crime em Rio das Ostras e empreender fuga, Alexandre foi morar com esposa, um filho, e outros desconhecidos, na cidade de Paraíso do Tocantins. Eles residiam na Avenida Araraquara, próximo ao DNIT, no Setor Jardim Paulista. O comportamento do grupo chamava a atenção dos vizinhos. Desconfiado, Alexandre Soares alugou outra residência, mas no novo endereço permaneceu por poucos dias. Em seguida teria ido morar na cidade de Caseara, no Vale do Araguaia. Já com a Polícia Militar fechando o cerco, a prisão ocorreu nesta terça. Com outros comparsas, Alexandre costumava utilizar uma moto XL, de cor escura e sem placas para circular pelas ruas de Paraíso. Não há informações se ele chegou a praticar algum crime na cidade. O homem foi encontrado dentro de uma cama box, enquanto tentava se esconder na casa de uma mulher. Com ele foram encontradas três armas de fogo e munições. Alexandre foi apresentado ao delegado titular da cidade de Araguacema, onde ficará à disposição da Justiça do Rio de Janeiro, que deverá recambiá-lo nos próximos dias. ENTENDA O CASO [caption id="attachment_138008" align="alignleft" width="300"]
PM tinha 35 anos.[/caption] O crime aconteceu em fevereiro de 2016 quando o agente foi cobrar uma dívida com o sogro, Ary Bernardes de Mello, na Estrada Velha de Palmital, divisa entre Rio das Ostras e Barra de São João, na Região dos Lagos. O policial militar, que estava lotado no Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), foi levado por homens após cobrar uma dívida com o sogro. Ele acompanhava Ary Bernardes de Mello, que iria receber o pagamento por uma moto vendida, quando foi surpreendido por homens armados, por volta das 17h, na Estrada Velha de Palmital - na divisa entre os municípios Rio das Ostras e Barra de São João e acabaram baleados pelos bandidos. O sogro de Cícero, que conseguiu sobreviver, contou a policia que havia comprado dele, Alexandre, uma moto Honda XRE 300, em dezembro de 2015, e descobriu, no mês seguinte que a mesma era clonada. Ao reclamar com Alexandre, este prometeu devolver o dinheiro e marcou um encontro com Ary, que levou o genro Cícero junto para servir de testemunha e acabaram sendo surpreendidos pelos criminosos. O sogro foi baleado - nas nádegas, perna e costas -, mas conseguiu correr e fugiu. Ele recebeu atendimento médico no Pronto Socorro de Rio das Ostras e posteriormente foi transferido para o Hospital Regional de Barra de São João, em Casimiro de Abreu. Já o PM Cícero foi seqüestrado e foi colocado no Astra prata placa HMO 2934 -, que foi recuperado na estrada de Palmital, próximo a fazenda São João, ainda em Rio das Ostras. O veiculo usado no sequestro estava em nome de Alexandre Soares Alves. No dia seguinte, na manhã de sábado, dia 27/02, o corpo do PM Cícero Pedro foi encontrado em uma área de vegetação no bairro Boa Esperança, em Casimiro de Abreu, na altura do pedágio. Em desfavor do suspeito, foi expedido mandado de prisão, pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Rio das Ostras, mandado de prisão nº: 0001704.28.2016.8.19.0052.0001. Contra ele também constam anotações criminais por: lesão corporal, ameaça, injuria e violência doméstica.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp