publicidade 1200x90
30/11/2017 às 08h51min - Atualizada em 30/11/2017 às 08h52min

Projeto de Lei visa criar a semana de conscientização, combate e prevenção ao tabagismo em Maricá


Esta semana o Vereador Marcinho da Construção apresentou mais um Projeto de Lei de extrema importância para o Município de Maricá. Desta vez, o tema abordado foi o alto índice de mortes proveniente do “cigarro” e o ingresso precoce dos jovens e adolescentes a prática do fumo. Em sua página no facebook, o legislador apresentou algumas estatísticas com o objetivo de conscientizar a população e incentivar as pessoas a pararem de fumar. “Tenho parentes e amigos que após sofrerem diversos problemas de saúde decidiram parar. Alguns instantaneamente e outros através de acompanhamento profissional, hoje todos eles desfrutam de uma excelente qualidade de vida, nunca é tarde demais", comentou o parlamentar. A seguir, alguns trechos do projeto de lei do Vereador Marcinho da Construção: [...] “No mundo cerca de um bilhão de pessoas são fumantes, fazendo com que o cigarro seja a principal causa de morte previsível. Uma em cada dez mortes em todo o planeta está relacionada ao tabaco. Isto significa seis milhões de óbitos por ano ou uma morte a cada seis segundos por doenças causadas pelo fumo. O cigarro mata mais pessoas de doenças relacionadas ao tabagismo do que de AIDS, câncer de mama e acidentes automobilísticos juntos. Um fumante consome em média 40% mais recursos dos sistemas de saúde que os não fumantes. O Brasil gasta perto de meio bilhão de reais no tratamento das doenças relacionadas ao fumo. Portanto, pode-se dizer que o cigarro também causa “câncer” no orçamento da saúde. As principais causas de morte relacionadas ao tabaco são as doenças cardiovasculares, o câncer de pulmão e a DPOC (enfisema e bronquite). Um fumante de longa data tem sua expectativa de vida reduzida em cerca de 13 anos,e pelo menos 50% dos fumantes morrerão de alguma doença diretamente causada pelo cigarro. Um simples cigarro contem quase 5.000 substancias químicas, pelo menos 400 delas sabidamente tóxicas ao organismo e mais de 50 reconhecidamente carcinogênicas (que causam câncer). Entre as substâncias nocivas que absorve o fumante esta o metanol, arsênio, metano, amônia, cádmium, hexamina, monóxido de carbono, alcatrão e nicotina. Estudos indicam que o fumo passivo pode levar as mesmas doenças do fumo ativo. Por isso, as leis antitabagismo, cada vez mais restritivas em todo o mundo, não são apenas uma questão de não fumantes incomodados com o cheiro da fumaça dos fumantes. É uma questão de saúde pessoal e pública.”[...]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp