20/02/2018 às 16h28min - Atualizada em 20/02/2018 às 16h39min

Sem ortopedista na UPA, moradora de Itaipuaçu busca atendimento no Hospital de Maricá


Por Romário Barros- Uma moradora de Itaipuaçu sofreu um acidente doméstico na manhã desta terça-feira, 20, e buscou atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã, porém, no local não havia médico ortopedista. Ela teve que seguir até o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro, onde foi atendida e passa bem. O caso aconteceu por volta de 7 horas da manhã. Segundo levantamento feito pelo LSM, a moradora de 53 anos levou um escorregão em casa e foi levada em um carro particular para a UPA. Chegando na Unidade de Saúde, no local onde ficam as ambulâncias, não deixaram nem que ela saísse do carro, já avisando que não havia ortopedista na Unidade, somente no Hospital do Centro de Maricá. A mulher, no mesmo carro que foi levada para a UPA, foi conduzida para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro, onde foi prontamente atendida. Ela passou por medicação e por exame de raio-x e já recebeu alta médica. A falta de ortopedistas na UPA vêm sendo denunciada nas últimas semanas e vêm prejudicando os moradores da região que procuram atendimento na Unidade de Saúde.  CONTRAPONTO De acordo com a Secretaria de Saúde de Maricá, Simone Costa, nenhuma UPA do Estado conta com ortopedistas. Segundo ela, somente há atendimento clinico e pediátrico nas UPAs do todo o Estado.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp