23/02/2018 às 17h00min - Atualizada em 23/02/2018 às 17h35min

Secretaria de Obras desobstrui rede pluvial em Inoã


Visando a desobstrução da rede pluvial, entupida devido às fortes chuvas que desde a madrugada desta quinta-feira (22/02) caem no município, funcionários da Secretaria de Obras, com duas retroescavadeiras e quatro caminhões vacol (responsáveis pela retirada de lixo e entulhos), trabalham na Avenida B, também conhecida como Joaquim Barreto, próximo ao campo do Monte Castelo, em Inoã. A ação, que teve início às 7h desta sexta-feira (23/02), deve permanecer no local até o final do dia ou até que não exista mais o risco de alagamento. De acordo com a Secretaria de Obras, a obstrução da rede pluvial, responsável pelo alagamento do local e pelos transtornos causados aos moradores da via, é consequência da presença de ligações clandestinas de esgoto, condições geográficas do entorno, afunilamento da rede e agravada pelas construções residenciais feitas sobre da rede pluvial, o que dificulta o acesso e a limpeza da rede de escoamento de águas da chuva. “Após essa atuação de emergência nós iremos nos reunir e planejar cuidadosamente qual a melhor solução”, garantiu o subsecretário de Obras Dalton Vilela. “O problema aqui é justamente a obstrução de rede de água pluvial. Essa rede é antiga, anterior a construção dessas casas e essas construções tamparam a servidão de passagem de águas pluviais, o que dificulta a limpeza e nos obriga a abrir outros caminhos de escoamento. Além disso, o fato da chuva não parar de cair também dificulta um pouco o trabalho da nossa equipe”, explicou Dalton. Segundo a dona de casa Cedeli Rosa da Silva, de 51 anos, que mora no local com o marido e a filha, enchentes no local são comuns, mas ela está confiante de que desta vez tudo será resolvido. “Depois que a Prefeitura fez o asfalto aqui melhorou muito, mas ainda não foi o suficiente para resolver o problema de enchente”, afirmou Cedeli. “Sempre quando chove sofremos com essa situação. Enche tudo, pois a água não tem escoamento. Na minha casa e na maioria das casas da rua já entrou água”, sinalizou. “Eu estou acompanhando o trabalho da Prefeitura desde cedo e acredito que dessa vez venha uma solução definitiva”, disse.

Fotos :: Fabrício Correa - Fáqueco

[gallery columns="2" ids="147841,147842,147843,147844,147845,147846"]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp