02/03/2018 às 14h19min - Atualizada em 02/03/2018 às 14h19min

Maricá começa cadastro para o Cartão Mumbuca Indígena

Os índios da Aldeia Mata Verde Bonita (Tekoa Ka’Aguy Ovy Porã), em São José de Imbassaí foram os primeiros da cidade a realizar o cadastro do Cartão Mumbuca Indígena. A equipe da secretaria de Economia Solidária esteve na tarde desta quinta-feira (01/03) na aldeia para realizar as inscrições no programa que segundo o secretário da pasta, Diego Zeidan, vai corrigir uma divida histórica com a população indígena. “Este povo teve sua terra invadida, foi escravizado, massacrado e praticamente dizimado. Temos por obrigação reparar este erro”, comentou. O Cartão Mumbuca Indigena pagará 300 mumbucas, correspondente ao valor de R$ 300 aos indígenas residentes no município há pelo menos três anos. De acordo com a lei que fundamenta o programa, o projeto tem como proposta a recomposição da dívida social do Estado Brasileiro, de modo a possibilitar a devida reinserção indígena, por meio de uma compensação mínima mensal. São aproximadamente 100 indios no município distribuídos entre as aldeias de São José e a Aldeia Sítio do Céu (Pevaé Porã Tekoa Ará Hovy Py), em Itaipuaçu. Uma das lideranças da aldeia em São José do Imbassaí, Jurema Oliveira, afirmou que a iniciativa é muito bem vinda e agradeceu a prefeitura, em nome da aldeia, pela forma carinhosa como o grupo foi recebido e está sendo tratado. “Este projeto vai nos ajudar muito. Fomos bem recebidos aqui pelo governo passado e o prefeito Fabiano Horta tem fortalecido os laços com a aldeia. Agrademos não só pelo valor do beneficio, mas pelo carinho que estamos recebendo”, afirmou. Na segunda-feira (05/03) a equipe da secretaria de Economia Solidária vai à Aldeia Sítio do Céu, em Itaipuaçu, para cadastrar o grupo de 30 índios ao projeto.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp