10/05/2018 às 14h04min - Atualizada em 10/05/2018 às 14h04min

Rodoviários propõem medida contra assaltos a ônibus


Os três primeiros meses de 2018 registraram 373 assaltos a ônibus nos municípios de São Gonçalo, Niterói, Itaboraí e Maricá, um aumento de 31,6% (255) em relação ao total de roubos em coletivos no mesmo período em 2017 nessas quatro cidades; e de 23,5% (285), em comparação a 2016. Com base nesses dados alarmantes, coletados junto ao Instituto de Segurança Pública (ISP), o Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (SINTRONAC) enviará proposta de criação de um projeto de lei às câmaras municipais e prefeituras desses municípios, além do governo do estado e Assembleia Legislativa (Alerj), para que sejam usados apenas cartões no pagamento das passagens de ônibus. De acordo com a proposta do SINTRONAC, as empresas de ônibus deverão adotar equipamentos para leitura de cartões bancários, de débito e crédito, além dos já utilizados pelos passageiros, incluindo estudantes e idosos, como o RioCard e o Bilhete Único. A medida visa restringir, nos âmbitos municipal e intermunicipal, a circulação de dinheiro em espécie no transporte rodoviário de passageiros, o que tem se revelado um atrativo para os marginais. Os dados do ISP se referem a estatísticas de crimes cometidos em todas as linhas de ônibus, que circulam nos quatro municípios, inclusive as que têm origem em outros estados e outras regiões do Rio de Janeiro. “Os números registram uma média de quatro assaltos a ônibus por dia nessas cidades esse ano, o que revela uma realidade assustadora. Já enviamos ofícios à Secretaria de Segurança Pública e aos batalhões e delegacias, mas a criminalidade migra de lugar sempre que há uma ação mais contundente das autoridades. Portanto, novas medidas devem ser tomadas para a proteção dos rodoviários e passageiros e a adoção de cartões e o fim do uso do dinheiro em espécie desestimulará os bandidos. Caso novas providências não sejam tomadas, não está descartada uma paralisação dos rodoviários em protesto contra a livre ação dos marginais nos ônibus”, afirma o presidente do SINTRONAC, Rubens dos Santos Oliveira. De acordo com o ISP, São Gonçalo lidera o ranking de assaltos a ônibus nos quatro municípios de janeiro a março desse ano, com 206, seguido por Itaboraí, com 92, Niterói, 72, e Maricá, 3. Os números mostram também um crescimento do número de assaltos esse ano nessas cidades, com 117 ocorrências em janeiro, 118 em fevereiro e 138 em março (em anexo a tabela com os números mensais e totais dos municípios de janeiro de 2016 a março de 2018).
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp