publicidade 1200x90
31/07/2018 às 22h01min - Atualizada em 01/08/2018 às 16h20min

Passageiros passam por momentos de pânico durante assalto a ônibus que seguia para Maricá


Por Romário Barros- Um coletivo da Viação Nossa Senhora do Amparo, que fazia a linha Castelo-Maricá, foi assaltado por criminosos na noite desta terça-feira, 31, no km 3 da RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto), no bairro do Arsenal, em São Gonçalo. O crime aconteceu por volta 19 horas, próximo a passarela do Arsenal. De acordo com levantamento feito pelo LSM, dois criminosos embarcaram no coletivo no ponto do laboratório BBraun - se passando por passageiros - enquanto um pagava a passagem com uma nota de R$ 100,00 (Cem Reais) em espécie, o outro passou pela roleta e foi para o fundo do ônibus. Logo em seguida, a dupla anunciou o assalto. Um dos criminosos - armado com um revólver - ficou na parte da frente, enquanto o outro - que estava no fundo - recolheu os pertences dos passageiros. Durante a abordagem, os criminosos estavam bastante alterados e faziam constantes ameaças. "Nós vamos matar, me dá o celular, aliança! Vou matar, vou matar, me dá, me dá!" - relatou uma passageira, que não quis se identificar. Um outro passageiro contou ao LSM que os criminosos gritavam para ninguém esconder nada, pois se eles vissem, iriam atirar. Uma passageira recusou entregar o celular e o criminosos colocaram a arma em sua cabeça e ameaçaram disparar, caso ela não entregasse. Além dela, uma outra passageira também não quis entregar o celular para o bandido e quase foi agredida. "Teve uma mulher na minha frente, que não quis dá e ele (criminoso) fez aquela encenação toda e não chegou a bater nela não, mas fez a encenação" - disse a testemunha. Nem todos os passageiros foram roubados, de acordo com os relatos, os criminosos eram seletivos. Eles olhavam para o rosto de cada um e escolhiam de quem eles realmente queriam os pertences.  Após o assalto os criminosos pediram o motorista parar em frente ao Motel Fair Play, onde desembarcaram do coletivo. Durante o assalto, foram roubados telefones celulares, anéis e alianças dos passageiros. O criminoso que ficou na parte da frente era negro e magro. Já o criminoso que ficou recolhendo os pertences também era negro, tinha um bigode. Segundo os passageiros, os bandidos exalavam fortes odores de maconha e vestiam com casacos da Viação 1001 e com o crachá da empresa mencionada. O motorista levou o coletivo para a Delegacia de Rio do Ouro, onde alguns passageiros registraram ocorrência. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp