publicidade 1200x90
31/08/2018 às 09h43min - Atualizada em 31/08/2018 às 09h46min

Denúncia leva policiais ambientais a identificaram construções irregulares em unidade de conservação em Ponta Negra


Nesta quinta-feira (30), policiais militares da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) da Serra da Tiririca realizaram uma ação de fiscalização em Ponta Negra, em Maricá, com objetivo de averiguar denúncia de construção irregular encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177), programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente.

Em cumprimento a ordem de policiamento, os agentes da 6ª UPAm estiveram na Rua Beira do Canal onde constataram a existência de uma área depredada de aproximadamente 500 m² com vestígios de movimentação do solo, formação de dois platores e supressão de vegetação no interior de uma área considerada refúgio de vida silvestre (unidade de conservação de proteção integral) conforme informação passada pela Secretaria de Meio Ambiente de Maricá.

Como não havia nenhum responsável pela construção naquele momento, os agentes se dirigiram à 82ª DP (Maricá) onde foi solicitada uma perícia naquela localidade. Quando retornaram à Rua Beira do Canal, juntamente com o perito, se depararam com uma retroescavadeira em frente a área devastada, mas sem seu proprietário. Desta forma, procederam novamente à distrital, onde a ocorrência foi registrada com base no artigo 40 da Lei de Crimes Ambientais.

Vale ressaltar que neste ano de 2018 o Linha Verde já recebeu mais de 5200 denúncias sobre crimes ambientais em todo o Estado e, para continuar denunciando, a população conta com os telefones 0300 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177 além do aplicativo “Disque Denúncia RJ”, enviando fotos e vídeos. Em todos os canais, o anonimato é garantido.

[gallery ids="169306,169307,169308"]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp