20/09/2018 às 10h45min - Atualizada em 20/09/2018 às 10h45min

Carioca Série B2: Badola ganha confiança no momento certo e se torna opção valiosa no Maricá


Ele entrou no segundo tempo da partida contra o Juventus, mudou a cara do ataque do Maricá e marcou um dos gols da vitória por 3 a 1. Badola não recebeu tantas oportunidades ao longo da Série B2 do Campeonato Carioca, mas, ao que tudo indica, se apresenta ao técnico Sorato como uma opção valiosa justamente na reta final da competição. Badola garante ter mantido a motivação em alta justamente para o momento mais agudo da temporada. O Maricá está garantido na etapa decisiva do segundo turno e também nas semifinais gerais, fase em que o acesso à Segundona de 2019 será definido. Chegou a hora de brilhar. - A gente trabalha para esses momentos. Eu venho tendo poucas oportunidades, mas o trabalho a gente nunca pode deixar cair. A gente tem que estar sempre à disposição do professor. Fico feliz de ter entrado, ajudado na partida e ter sido coroado com um gol. É continuar trabalhando. O melhor, creio, ainda está por vir. Apesar da minha atuação boa, o que importa é a equipe estar vencendo e conseguir o acesso. O atacante também avaliou a trajetória realizada pelo Maricá até aqui na Série B2. Com certa tranquilidade e se impondo com soberania sobre os adversários, o time do Leste Fluminense ocupa a liderança da classificação geral. Uma campanha quase perfeita. - A perfeição não existe nem no futebol. Vamos oscilar, tropeçar... são coisas que acontecem. Todo mundo sabe que no futebol a perfeição não existe. Vamos perto dela e, diante dessas adversidades, a gente conseguiu, no geral, fazer uma boa campanha. O momento agora é de trabalhar. É agora que se decide o campeonato. Não adianta ter feito isso tudo e não colocar o ponto final na história de forma vitoriosa - projetou Badola, que garante não haver espaço para ansiedade no elenco maricaense. - A maior virtude dessa equipe é ser muito madura. São jogadores que já rodaram em diversas divisões, em vários estados. Estamos calejados com isso. Temos o Índio, com três acessos, o Maycon, com dois. Acho que é manter o foco. Todos estão bem cientes do que temos que fazer, desde a missão que foi dada no início do trabalho. Vamos continuar trabalhando forte e que papai do céu vai nos abençoar. De folga na rodada final da fase classificatória, o Maricá aguarda para saber quais serão seus adversários na semifinal de turno e também na geral. Antes, na sexta-feira (21), o clube irá encarar o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). A equipe foi denunciada pela suposta escalação irregular do atacante Felipe Zuca.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp