15/10/2018 às 02h31min - Atualizada em 17/10/2018 às 02h53min

Policial Militar é executado a tiros em Comunidade de Maricá


[gallery columns="1" size="full" link="none" ids="174257"] Por Romário Barros- Anchises Avelino de Azevedo Neto, o Sargento PM Anchises, que estava lotado atualmente no DPO de São José do Imbassaí da 6ª Companhia da PM de Maricá, foi executado a tiros na noite deste domingo, 14, na Comunidade do Bairro da Amizade, antigo Saco da Lama, na Região Central da Cidade. Segundo levantamento feito pelo LSM, Bombeiros do Destacamento de Maricá foram informados por volta de 23h30 sobre um homem baleado na rua principal da Comunidade, na Avenida Prefeito Joaquim Mendes, próximo de uma padaria. Os Bombeiros foram até o local e encontraram o homem caído no meio da rua, já sem vida, ao lado de uma motocicleta. Policiais Militares da 6ª Companhia de Maricá foram até o local e constataram que o corpo se tratava do Sargento Anchises. Ele foi alvejado por diversos tiros e não resistiu. A área foi isolada e agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Maricá (DHNSG) realizaram a perícia técnica. Após os procedimentos periciais, o corpo foi recolhido pelo Rabecão da Defesa Civil Estadual e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói. A última aparição de Anchises aqui no LSM aconteceu no último dia 21 de setembro. Anchises prendeu um dos líderes do tráfico de drogas do Morro do Clam, na Região Central de Maricá (PM prende o traficante 'Júnior Cão' na Região Central de Maricá - VÍDEO).  As investigações estão sob responsabilidade da Divisão de Homicídios (DHNSG). O Sargento - que era morador da cidade - é o 82° PM morto no Rio de Janeiro só este ano.  Ainda não se sabe o que o Policial Militar, que não estava de serviço, fazia no interior da Comunidade. A autoria dos disparos também é desconhecida. Esse é o sétimo agente de segurança morto só em outubro. Em dois dias, do dia 6 a 8 deste mês, seis agentes morreram, sendo três PMs, um policial civil, um cabo da Marinha e um militar. Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos assassinos do agente de segurança, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia – . O Anonimato é garantido. [gallery columns="1" size="full" link="none" ids="174265"]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp