26/10/2018 às 12h25min - Atualizada em 27/10/2018 às 21h18min

Mãe pede justiça pela morte da filha após acidente em Maricá; Vídeo


Por Romário Barros- A morte da estudante Mariana Ribeiro Campos completou dois meses no último dia 15 de outubro e responsável pelo acidente permanece em liberdade. A mãe da jovem, Ademilta Campos, esteve na Delegacia de Maricá na manhã da última quarta-feira, 24, para acompanhar as investigações e pede por justiça. Em entrevista ao LSM, a mãe da jovem desabafou pela demora e falta de resposta na elucidação do caso e punição ao acusado. "Eu estive na delegacia e me pediram para aguardar para chegar o laudo da perícia, a perícia feita no local, porque a perícia que foi feita pelo BPRv eu tive acesso ao laudo e infelizmente, até agora. O rapaz continua impune, a investigação eu não sei como está no andamento. Ademilta afirmou que o homem segue impune, mesmo após testemunhas afirmarem que o homem apresentava sinais de embriaguez e do mesmo ter outras ocorrências policiais. "Não foi feito o bafômetro, não foi feito o teste de alcoolismo e ele saiu em impune. ele tem 9 ocorrências policiais, eu soube através do Boletim feito na época e nada foi feito." De acordo com a mulher, o responsável pelo acidente já trocou de carro e permanece conduzindo em direção perigosa "O homem que atropelou a minha filha mora no Spar, já vendeu o veículo e continua da mesma forma: andando e dirigindo localmente, andando usando álcool da mesma forma, trocou de carro e passa sempre na frente da minha casa, ele é um homem conhecido, tem família e nada foi feito. E nós estamos aguardando a justiça. A mulher contou que Mariana era uma menina estudiosa e seus colegas da Universidade Federal Fluminense (UFF), pretendem vir para Maricá protestar. "Ela tinha 23 anos, duas faculdades: de direito e de história, corrigia as provas da Polícia, dava aula de história em Itaipu e lhe foi tirada a vida desta forma e nada foi feito. A UFF quer vir para fazer uma movimentação na frente da delegacia, pedindo justiça pelo caso "Mariana Campos." A mãe da jovem desabafou sobre a demora na resolução do caso e exige justiça. "A nossa justiça é falha, mas nós esperamos que a justiça se cumpra e se faça valer. Porque não existe lei no nosso País, mas a justiça tem que fazer valer porque ainda está em tempo de prender esse cidadão." CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NO VÍDEO ABAIXO REPORTAGENS RELACIONADAS https://leisecamarica.com.br/morre-mulher-vitima-de-grave-acidente-em-sao-jose-do-imbassai/ https://leisecamarica.com.br/rj-106-motorista-bebado-provoca-acidente-e-deixa-uma-pessoa-gravemente-ferido-em-sao-jose/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp