10/11/2018 às 11h30min - Atualizada em 11/11/2018 às 18h53min

Denúncia anônima auxilia PROEIS e três são presos em Maricá


Exclusivo por Mauro Luis- Após uma denúncia anônima, Policiais Militares do Programa Estadual de Integração na Segurança (PROEIS) da Prefeitura de Maricá prenderam um homem e aprenderam dois adolescentes na noite desta sexta-feira, 10.  Segundo a PM, os Militares receberam uma denúncia anônima que três elementos - em um veículo Chevrolet Cobalt placa LSH 8105 - teriam saído do Espraiado para pegar drogas em Niterói e voltariam para o bairro de origem. Os Militares ficaram aguardando o veículo na altura do km 28, pois ali seria o caminho de volta. Por volta de 20h45 o carro passou, os Militares seguiram e foi feita a abordagem na altura do km 30. No carro, dirigia André Luiz do Amaral, de 39 anos, com um adolescente no banco do carona e outro no banco traseiro, um de 15 e outro de 16 anos. Foi feita a revista pessoal  efoi encontrado quatro envelopes de maconha e um pino de cocaína no bolso do adolescente que estava no banco do carona. Debaixo do tapete do banco do carona foram encontrados ainda 24 pinos de cocaína. O adolescente que estava no banco traseiro confessou que eles compraram as drogas na Comunidade da Favela da Linha, em Rio do Ouro. Ainda de acordo com a PM, André ofereceu R$ 4 Mil (Quatro Mil Reais) em quatro parcelas, para liberar o trio da abordagem. Os Militares recusaram a oferta e todos foram levados para a Delegacia de Maricá (82ª DP). O trio foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Niterói, onde foram autuados por tráfico de drogas. André Luiz ainda responderá pelo crime de tentativa a corrupção de menores. DETERMINAÇÃO DO MP-RJ Seguindo recomendação da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Maricá do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), o LSM não está exibindo qualquer documento ou fotografia de crianças e adolescentes envolvidos em quaisquer tipo de crime. A promotoria considera que a tarja/desfoque que era colocada na face dos adolescentes pelo LSM não impedia a visualização e reconhecimento dos mesmos.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp