14/11/2018 às 10h50min - Atualizada em 14/11/2018 às 10h51min

Cartões de débito e crédito serão aceitos no transporte público do RJ


Novos métodos de pagamento serão implantados em trens, metrô, barcas, ônibus e vans intermunicipais do Estado [gallery columns="1" size="full" ids="177519"] Com objetivo de preparar o parque tecnológico de validadores para a inserção de novos métodos de pagamento, a Secretaria de Estado de Transportes publicou, no Diário Oficial desta quarta-feira (14), a resolução que dispõe sobre a atualização dos equipamentos das permissionárias e concessionárias de transporte público sob competência do Estado do Rio de Janeiro (trem, metrô, barcas, ônibus intermunicipais e vans intermunicipais). De acordo com a publicação, os validadores deverão ser compatibilizados com as versões mais recentes das especificações NFC (Near Field Communication), para uso de dispositivos, como celular, relógio e tablet; e EMV (Europay, MasterCard e Visa), para aceitação de cartões sem contato das bandeiras emissoras de cartões de crédito, débito e pré-pago. As permissionárias e concessionárias terão o prazo máximo de 18 meses, a contar desta quarta (14), para a compatibilização ou substituição de todos os validadores dos sistemas de transporte. A possibilidade de utilizar cartões de crédito, débito e pré-pago, além do próprio celular para pagamento de transporte de massa é uma tendência mundial, já em utilização em grandes cidades, como Londres, Nova Iorque e Madri. A nossa proposta é inserir essas novas alternativas de pagamento nos sistemas do estado. Queremos proporcionar uma melhor experiência aos usuários, mais rápida, fácil e segura - ressaltou o secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira. A medida visa oferecer maior comodidade aos passageiros, uma vez que evitará o enfrentamento de filas para recarga dos cartões de débito e unitários oferecidos pelas operadoras, ou para a compra de cartões unitários. Os meios eletrônicos possibilitam, ainda, a diminuição da circulação de dinheiro em espécie no transporte público, reduzindo o risco de roubo e aumentando a fiscalização pelo estado e órgãos de controle.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp