08/01/2019 às 08h34min - Atualizada em 09/01/2019 às 13h30min

Operação da Divisão de Homicídios prende dois homens em Ponta Negra


[gallery columns="1" size="full" ids="183243"] Acusados de envolvimento na morte de João Vitor Marmelo Ferreira da Silva, de 18 anos, dois homens foram presos, na manhã desta segunda-feira, 7, durante operação de policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNISG), coordenados pela delegada titular da especializada, Drª Bárbara Lomba. Um outro homem também foi preso durante a ação, suspeito de participar de outro crime. Segundo a polícia, Luiz Henrique de Rosa Melo, de 23 anos, vulgo 'Lu', foi preso na casa do pai, no bairro Sacramento, em São Gonçalo. Já Fernando Rocha da Silva, 33, foi localizado em uma casa alugada em Ponta Negra, Maricá, onde estaria se escondendo, juntamente com o outro homem.  Ambos tinham mandado de prisão temporária pelo crime de homicídio. Um revólver ainda foi apreendido na casa onde Fernando foi localizado. João Vitor foi sequestrado em 14 de maio do ano passado e o corpo do jovem só foi localizado quase um mês depois, no bairro Cabuçu, em Itaboraí. Segundo as investigações, os criminosos teriam executado o rapaz por suspeitar que ele estaria praticando delitos no bairro Anaia, em São Gonçalo. O corpo foi localizado na Estrada das Pitangas e tinha sinais de que já havia sido enterrado. Por este motivo, agentes da DH iniciaram investigações para apurar se o cadáver estava anteriormente no cemitério clandestino no Anaia, onde tinham sido localizados três corpos na época.  Fernando, segundo a DHNSG, é conhecido por gerenciar roubos de carga na região de São Gonçalo. Outra prisão - Quando os agentes chegavam no bairro de Ponta Negra para capturar Fernando, um homem identificado como Leandro Ferreira Bragança correu e acabou sendo apreendido pelos agentes da DH. Ele teria confessado para os policiais que teria matado o ajudante de cozinha Caíque Rodrigo da Silva, de 21 anos, em novembro do ano passado, e atingido outras pessoas de raspão. O crime aconteceu durante uma discussão, após cavalgada.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp