21/03/2019 às 10h21min - Atualizada em 22/03/2019 às 22h25min

Suspeito de envolvimento com o tráfico é assassinado com requintes de crueldade em Inoã

Policiais Militares do DPO de Inoã localizaram na manhã desta quinta-feira, 21, o corpo do homem - suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas - que foi assassinado com requintes de crueldade na noite desta quarta-feira, 20, na comunidade do Beira Rio, em Inoã. O corpo foi carbonizado e jogado no valão.

De acordo com informações, três pessoas – sendo dois homens e uma mulher – estavam em uma rua da comunidade em busca de comprar drogas quando foram surpreendidos por dois bandidos armados.

Os bandidos perguntaram para o trio quem era “2D”, e Eduardo da Silva de Oliveira, de 22 anos afirmou ser ele. Em seguida, os bandidos imobilizaram Eduardo e exigiram que as outras pessoas saíssem correndo do local. O homem foi levado para uma área de difícil acesso, no interior da comunidade e lá foi morto carbonizado dentro de pneus, o chamado ‘microondas’. Após o homicídio, os restos mortais foram jogados dentro de um valão pelos bandidos.

Policiais Militares foram até o local na manhã desta quinta-feira, 21, e localizaram o corpo e acionaram a perícia da Polícia Civil.

Bombeiros do Destacamento de Maricá foram deslocados para o local e com o auxílio de uma máquina da Prefeitura de Maricá, o corpo foi retirado do valão. Peritos da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) estiveram no local e realizaram a perícia. Após os procedimentos periciais, o corpo foi encaminhado pelo Rabecão da Defesa Civil para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói.

Segundo relatos, Eduardo, vulgo "2D", tinha envolvimento com o tráfico de drogas da comunidade e estaria devendo dinheiro aos traficantes.

A delegacia especializada irá investigar o crime.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp